sicnot

Perfil

Desporto

Rosberg vence no regresso da Fórmula 1 ao México

O piloto alemão Nico Rosberg (Mercedes) conquistou este domingo a quarta vitória da temporada ao vencer o Grande Prémio do México de Fórmula 1, numa prova em que a Mercedes fez a 10ª dobradinha neste campeonato do mundo.

© Reuters Staff / Reuters

Na 17ª prova do calendário, que marcou o regresso da categoria rainha do desporto automóvel ao México, ao Autódromo Hermanos Rodríguez, após 23 anos de ausência, Rosberg teve uma corrida autoritária, concluindo um fim de semana em que já havia dominado também na qualificação.

Naquela que foi a sua quarta vitória da temporada, Rosberg apenas teve de se preocupar com o andamento do companheiro de equipa, Lewis Hamilton, mas o alemão mostrou sempre estar mais rápido, e mais acertado, do que o recém-coroado tricampeão mundial.

"Foi a melhor vitória do ano e que lugar para fazê-lo. Uma corrida emocionante, uma batalha emocionante com o Lewis. Absolutamente maravilhoso", afirmou o alemão após a corrida.

O germânico completou as 71 voltas (305,354 km) em 1:42.35,038 horas (média de 178,597 km/h) e bateu Hamilton por quase dois segundos, enquanto o finlandês Valtteri Botas (Williams) foi terceiro, a 14 segundos.

Com este triunfo, Rosberg recuperou a segunda posição do Mundial, com 272 pontos, mais 21 do que o compatriota Sebastian Vettel (Ferrari), que abandonou, enquanto Hamilton lidera com 345.

Uma corrida para esquecer teve a Ferrari, já que ainda antes de Vettel ter falhado uma travagem e ter batido, o finlandês Kimi Raikkonen envolveu-se num incidente com o compatriota Bottas, com prejuízo para o Ferrari, que acabou com a suspensão partida. É preciso recuar a 2006 para ver o último duplo abandono da 'scuderia' italiana.

Menos tempo em pista esteve o espanhol Fernando Alonso (McLaren-Honda). Depois de a equipa ter decidido trocar a unidade motriz e, por isso, ter sido penalizada com 10 lugares na grelha de partida (de ambos os carros), o duas vezes campeão mundial foi 'traído' precisamente pelo motor do seu monolugar na primeira volta da prova, que o obrigou a desistir pela sétima vez na época.

O campeonato de Fórmula 1 regressa no próximo dia 15 de novembro, dia em que se disputa a 18.ª e penúltima etapa, no autódromo de Interlagos, no Brasil.

Lusa

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.