sicnot

Perfil

Desporto

Brahimi candidato a melhor jogador africano de 2015

O médio argelino Yacine Brahimi, que atua no FC Porto, faz parte da lista de 10 nomeados a conquistar o prémio de melhor jogador africano de 2015, anunciou esta segunda-feira a Confederação Africana de futebol (CAF).

(arquivo)

(arquivo)

© Miguel Vidal / Reuters

No seu site oficial, o organismo divulgou os candidatos a vencer o mais importante prémio africano, que será entregue no dia 7 de janeiro do próximo ano, em Abuja, em Nigéria, numa cerimónia em que Brahimi será o único representante do futebol português.

André Ayew (Gana e Swansea), Abdennour (Tunisia e Valência), Karika (Sudão e El Hilal), Salah (Egito e Roma), Aubameyang (Gabão e Borussia Dortmund), Sadio Mané (Senegal e Southampton), Serge Aurier (Costa do Marfim e Paris Saint-Germain), Feghouli (Argélia e Valência) e o vencedor do ano passado, Yaya Touré (Costa do Marfim e Manchester City), completam a lista de nomeados.

O camaronês Aboubakar, que atua no FC Porto, e o cabo-verdiano Heldon, que representa o Rio Ave, ficaram excluídos dos nomeados, depois de terem integrado uma lista inicial de 37 jogadores.

O vencedor do prémio de melhor jogador africano de 2015 será decidido pelos selecionadores e diretores técnicos do países inscritos na CAF.

Lusa

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • O que muda com a saída do Procedimento por Défice Excessivo?
    2:10
  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • Marcelo opta pelo silêncio sobre a eutanásia
    1:09

    Eutanásia

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que só tomará uma posição sobre a eutanásia quando o diploma chegar a Belém. O chefe de Estado garante que vai ficar em silêncio, para não condicionar o debate e também "para ficar de mãos livres para decidir".