sicnot

Perfil

Desporto

Turkish Airlines diz que processo relativo a adeptos do FC Porto seguiu para Tribunal

A Turkish Airlines disse hoje que os tribunais vão avaliar os desacatos provocados por quatro adeptos do FC Porto num voo que seguia para Istambul, obrigando a uma aterragem de emergência em Roma, admitindo ainda vir a tomar medidas internas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Navesh Chitrakar / Reuters

Em resposta à Lusa, a companhia aérea turca explicou que "as autoridades policiais italianas fizeram a intervenção necessária e o assunto seguiu para Tribunal", referindo que poderá ainda tomar medidas internas após a análise do sucedido no voo TK 1450, com destino a Istambul.

Quatro adeptos do FC Porto provocaram no domingo desacatos num avião que seguia para Istambul, na Turquia, levando o comandante a optar por aterrar em Roma, onde aqueles elementos foram expulsos.

"A companhia poderá tomar as ações necessárias, em conformidade com os regulamentos da empresa, estando ainda o processo em avaliação", adiantou o responsável pela comunicação social, Ali Genc, à Lusa.

O líder da claque portista Super Dragões, Fernando Madureira, disse à Lusa que, num voo de uma companhia turca em que seguiam mais de 30 adeptos do FC Porto, quatro criaram problemas com as hospedeiras e o comandante entendeu aterrar em Roma.

Fernando Madureira relatou que os adeptos foram expulsos do avião, mas não foram detidos, e hoje vão prosseguir, por meios próprios, rumo a Israel, para assistir ao desafio do FC Porto quarta-feira em Telavive, para a Liga dos Campeões de futebol.

O voo da Turkish Airlines prosseguiu posteriormente a rota para Istambul, de onde a restante claque seguiu para Telavive.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30, marcando o reinício da sessão para as 14:15. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.