sicnot

Perfil

Desporto

Arábia Saudita decide faltar a jogo com a Palestina

A Arábia Saudita decidiu faltar ao jogo de quinta-feira com a Palestina, em Ramallah, da fase de qualificação asiática para o Campeonato do Mundo de futebol de 2018, anunciou esta terça-feira a federação saudita.

A FIFA já tinha rejeitado a pretensão da Arábia Saudita, que alegou "circunstâncias excecionais" para pedir a realização em terreno neutro do encontro entre as duas seleções, inicialmente marcado para 21 de outubro, mas que foi adiado para 5 de novembro. (Arquivo)

A FIFA já tinha rejeitado a pretensão da Arábia Saudita, que alegou "circunstâncias excecionais" para pedir a realização em terreno neutro do encontro entre as duas seleções, inicialmente marcado para 21 de outubro, mas que foi adiado para 5 de novembro. (Arquivo)

© Jamal Saidi / Reuters

"A federação enviou uma mensagem [à FIFA] através da qual pediu desculpa por faltar ao jogo com a Palestina, agendado para quinta-feira", disse o porta-voz federativo Adnane al-Moueibid.

A FIFA já tinha rejeitado a pretensão da Arábia Saudita, que alegou "circunstâncias excecionais" para pedir a realização em terreno neutro do encontro entre as duas seleções, inicialmente marcado para 21 de outubro, mas que foi adiado para 5 de novembro.

A Palestina já tinha aceitado alterar a ordem dos jogos do grupo A de apuramento -- que integra também Timor-Leste -, uma vez que deveria ter jogado inicialmente em casa, em junho, mas acedeu a deslocar-se à cidade saudita de Jeddah, onde perdeu por 3-2.

Lusa

  • Encontradas 120 botijas de gás para "um ou vários atentados"
  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.