sicnot

Perfil

Desporto

Gianfranco Zola "sonha" treinar o Chelsea

O ex-futebolista italiano Gianfranco Zola afirmou esta terça-feira, em declarações aos responsáveis do Mundial de 2022 no Qatar, ter o "sonho" de um dia regressar a Londres para treinar a equipa do Chelsea, orientada por José Mourinho.

Zola, de 49 anos, jogou pelo Chelsea de 1996 até 2003, disputando 229 jogos e sendo considerado pelos adeptos como o melhor jogador de sempre, numa votação em 2003. (Arquivo)

Zola, de 49 anos, jogou pelo Chelsea de 1996 até 2003, disputando 229 jogos e sendo considerado pelos adeptos como o melhor jogador de sempre, numa votação em 2003. (Arquivo)

© Nigel Roddis / Reuters

"O meu sonho, digamos ambição, é ser treinador do Chelsea algum dia, no futuro. Porém, apercebo-me que preciso de melhorar enquanto treinador para chegar lá", disse o italiano, reconhecido como um dos melhores jogadores de sempre do clube londrino.

As declarações de Zola, atualmente treinador do Al Arabi, 4.º classificado na primeira divisão de futebol do Qatar, surgem no seguimento da especulação acerca do lugar de Mourinho, devido à má classificação do Chelsea.

Zola, de 49 anos, jogou pelo Chelsea de 1996 até 2003, disputando 229 jogos e sendo considerado pelos adeptos como o melhor jogador de sempre, numa votação em 2003.

Depois da entrada do presidente Roman Abrahamovic, o italiano abandonou os 'blues' e foi treinar os rivais londrinos do West Ham.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.