sicnot

Perfil

Desporto

Mourinho agradece a adeptos do Chelsea, que "voltaram a demonstrar" que o querem

O treinador do Chelsea, José Mourinho, agradeceu hoje o apoio dos adeptos dos 'blues' durante a partida do Grupo G da Liga dos Campeões em futebol contra o Dínamo Kiev, que a equipa inglesa venceu por 2-1.

© Reuters Staff / Reuters

Para José Mourinho, os adeptos do Chelsea "voltaram a demonstrar" que apoiam a sua permanência no clube londrino.

"Quando regressei ao clube, na minha primeira partida em casa, todo o estádio entoou o meu nome. Mas, o que aconteceu hoje, não é comparável. Foi incrível. Sobretudo num momento em que os resultados não são os melhores e em que a imprensa pede constantemente a minha demissão", disse, em conferência de imprensa no final da partida.

Os adeptos do Chelsea quiseram hoje demonstrar o seu apoio ao técnico português, exibindo cartazes e entoando cânticos de apoio a Mourinho durante os 90 minutos do jogo.

"Os aplausos e os cânticos demonstram que me querem aqui, que me apreciam. Os adeptos mostram a sua paixão pelo clube. E apoiarem o treinador é uma forma de apoiarem o clube", considerou.

Com a vitória de hoje frente ao Dínamo Kiev, da quarta jornada do Grupo G da Liga dos Campeões de futebol, o Chelsea subiu ao segundo posto do Grupo G, somando agora sete pontos, menos três do que o líder FC Porto e com dois de vantagem para o terceiro, que é agora o Dínamo Kiev.

No final da partida, Mourinho mostrou-se elogiou a reação da equipa ao golo do empate ucraniano.

"A vitória é um grande alívio. Os jogadores merecem esta compensação pelo trabalho duro que têm vindo a fazer. Muitos jogadores estão a chegar aos níveis normais", afirmou o treinador após o jogo.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.