sicnot

Perfil

Desporto

Rossi espera lutar pelo título do MotoGP em igualdade de circunstâncias com Lorenzo

O piloto italiano Valentino Rossi, atual líder do Mundial de MotoGP, mostrou-se esta quarta-feira confiante de poder lutar pelo título mundial no domingo, no Grande Prémio da Comunidade Valenciana, em igualdade de condições com o espanhol Jorge Lorenzo.

O espanhol e o italiano vão discutir o título mundial em Valência. (Arquivo)

O espanhol e o italiano vão discutir o título mundial em Valência. (Arquivo)

© Marcelo del Pozo / Reuters

"Ainda estou à espera da decisão do TAS, mas espero poder correr um grande prémio normal, onde lutarei pelo título, em igualdade de condições com o Jorge", disse Rossi, em declarações disponibilizadas pela sua equipa, a Yahama.

O italiano encontra-se a aguardar a resolução sobre o recurso que apresentou, a 30 de outubro, perante o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) contra a decisão de castiga-lo com três pontos de penalização na sua carta, pelo incidente que protagonizou com o espanhol Marc Márquez no GP da Malásia, o que o relega para o último lugar da grelha de partida de Valência.

"Será um fim de semana muito intenso e também muito importante. O meu objetivo é trabalhar o melhor possível, juntamente com a minha equipa, e obter o máximo de cada sessão de treinos para apresentar-me na corrida de domingo com tudo o necessário para dar o melhor possível", completou.

'Il Dottore', líder do mundial de MotoGP, com sete pontos de vantagem sobre Jorge Lorenzo (Yamaha), foi condenado a partir do último lugar da grelha no GP da Comunidade Valenciana, 18.ª e última etapa do campeonato, por ter provocado a queda do espanhol Marc Márquez na Malásia.

A direção da corrida puniu o piloto da Yamaha com três pontos de penalização por ter tocado com o pé na moto de Márquez (Honda), campeão em título, quando ambos lutavam pelo terceiro lugar.

Rossi, que já tinha um ponto de penalização, por condução irresponsável no Grande Prémio de São Marino, viu aumentar o número de pontos de penalização na sequência do incidente com o espanhol e foi punido com a saída do último lugar na prova seguinte.

Lusa

  • Cristas acusa Costa de mentir sobre acordo da concertação social
    3:01

    Economia

    A presidente do CDS acusou esta terça-feira o primeiro-ministro de mentir no debate quinzenal, ao dizer que o acordo da concertação social já estava assinado. Foi o momento mais aceso, com Assunção Cristas a dizer que António Costa não tem condições para chefiar o Governo.

  • Trump prestará juramento com a duas bíblias

    Mundo

    Donald Trump prestará juramento, na próxima sexta-feira, como o 45.º Presidente dos Estados Unidos, usando duas Bíblias - a sua, oferecida pela sua mãe, e a que Abraham Lincoln usou na sua posse, há 150 anos.

  • Esta foto pode salvar a sua vida

    Mundo

    Podemos até estar familiarizados com os sinais do cancro da mama, mas quando se trata de identificar sintomas visuais nos nossos próprios seios, já não é tão fácil. Por isto, uma designer resolveu mostrar como descobrir sinais através de uma ajuda improvável: limões.

    Rita Ferro Alvim