sicnot

Perfil

Desporto

Melo Gouveia mantém segunda posição na Grande Final do Challenge Tour

O português Ricardo Melo Gouveia conservou hoje a segunda posição na Grande Final, que reúne os 45 melhores golfistas do circuito Challenge Tour, que decorre em Mascate e continua a ser liderada pelo dinamarquês Joachim Hansen.

Na segunda volta, que só termina no sábado devido ao nevoeiro que prejudicou a continuidade da prova, Melo Gouveia marcou 71 pancadas, menos uma do que o resultado obtido na primeira volta, seguindo provisoriamente no grupo dos classificados em 56.º lugar. (Arquivo)

Na segunda volta, que só termina no sábado devido ao nevoeiro que prejudicou a continuidade da prova, Melo Gouveia marcou 71 pancadas, menos uma do que o resultado obtido na primeira volta, seguindo provisoriamente no grupo dos classificados em 56.º lugar. (Arquivo)

LUSA

Melo Gouveia, que partiu para o torneio no sultanato de Omã na liderança do 'Challange Tour', a segunda divisão do golfe profissional europeu, cumpriu a segunda volta em 67 pancadas (cinco abaixo do Par), precisamente o mesmo número que tinha realizado na quarta-feira.

Hansen, que na primeira ronda tinha necessitado de 66 golpes, efetuou hoje também 67 pancadas, o que lhe permitiu manter o comando isolado da prova, dotada de 375.000 euros em prémios, com menos um 'shot' do que Melo Gouveia (133 contra 134 do golfista português).

Já com o cartão para o European Tour de 2016 assegurado, o golfista português chegou a Omã com prémios totais de 157.592 euros, à frente do francês Sebastien Gros (153.612) e do espanhol Borja Virto Astudillo (135.612), segundo e terceiro do 'ranking', respetivamente.

Os mais diretos perseguidores de Melo Gouveia na corrida pela liderança do 'ranking' continuam longe do português: Astudillo é 22.º classificado, depois de hoje ter realizado 71 pancadas, e Gros, que necessitou de mais três (74), segue no 26.º lugar.

O golfista algarvio, que em 2015 venceu um torneio e somou mais 10 classificações no 'top 10', poderá tornar-se o primeiro português a vencer a ordem de mérito de um circuito internacional de golfe.

Lusa

  • Cerca de 100 mortos e dezenas de desaparecidos após sismo na Indonésia
    1:24
  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • As novas rotas da TAP em 2017
    1:59

    Economia

    No próximo ano, a TAP vai passar a voar para o Canadá. Além de Toronto, a companhia aérea vai também abrir cinco novas rotas para a Europa e aumentar algumas frequências. Fique a conhecer quais são.

  • Com este vamos arrancar-lhe uma lagriminha!

    Mundo

    Nesta redação, não se vive só de notícias. Também gostamos de nos emocionar com o mundo virtual. Imbuídos pela quadra natalícia, decidimos partilhar este vídeo polaco consigo. O que é preciso para o emocionar? Um tema com uma mensagem simples e que nos faça lembrar que somos todos feitos de carne e osso. Um toque de humor. Um sentimento sazonal, mas nunca em excesso. Um cão [é preciso haver sempre um cão]. Um enredo e algum suspense que nos prenda ao écran. Algo que nos faça engolir em seco. Foi isto que fez um site de vendas online com um anúncio com o título: "Inglês para principiantes". Então? Atingimos o nosso objetivo? Com ou sem lágrima?

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.