sicnot

Perfil

Desporto

Melo Gouveia mantém segunda posição na Grande Final do Challenge Tour

O português Ricardo Melo Gouveia conservou hoje a segunda posição na Grande Final, que reúne os 45 melhores golfistas do circuito Challenge Tour, que decorre em Mascate e continua a ser liderada pelo dinamarquês Joachim Hansen.

Na segunda volta, que só termina no sábado devido ao nevoeiro que prejudicou a continuidade da prova, Melo Gouveia marcou 71 pancadas, menos uma do que o resultado obtido na primeira volta, seguindo provisoriamente no grupo dos classificados em 56.º lugar. (Arquivo)

Na segunda volta, que só termina no sábado devido ao nevoeiro que prejudicou a continuidade da prova, Melo Gouveia marcou 71 pancadas, menos uma do que o resultado obtido na primeira volta, seguindo provisoriamente no grupo dos classificados em 56.º lugar. (Arquivo)

LUSA

Melo Gouveia, que partiu para o torneio no sultanato de Omã na liderança do 'Challange Tour', a segunda divisão do golfe profissional europeu, cumpriu a segunda volta em 67 pancadas (cinco abaixo do Par), precisamente o mesmo número que tinha realizado na quarta-feira.

Hansen, que na primeira ronda tinha necessitado de 66 golpes, efetuou hoje também 67 pancadas, o que lhe permitiu manter o comando isolado da prova, dotada de 375.000 euros em prémios, com menos um 'shot' do que Melo Gouveia (133 contra 134 do golfista português).

Já com o cartão para o European Tour de 2016 assegurado, o golfista português chegou a Omã com prémios totais de 157.592 euros, à frente do francês Sebastien Gros (153.612) e do espanhol Borja Virto Astudillo (135.612), segundo e terceiro do 'ranking', respetivamente.

Os mais diretos perseguidores de Melo Gouveia na corrida pela liderança do 'ranking' continuam longe do português: Astudillo é 22.º classificado, depois de hoje ter realizado 71 pancadas, e Gros, que necessitou de mais três (74), segue no 26.º lugar.

O golfista algarvio, que em 2015 venceu um torneio e somou mais 10 classificações no 'top 10', poderá tornar-se o primeiro português a vencer a ordem de mérito de um circuito internacional de golfe.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15

    Mundo

    Na Califórnia, nos Estados Unidos, já foi eleito o cão mais feio do mundo de 2017, num concurso que se repete há 29 anos. Com 57 quilos, Martha recebeu a distinção enquanto ressonava no palco.