sicnot

Perfil

Desporto

Melo Gouveia mantém segunda posição na Grande Final do Challenge Tour

O português Ricardo Melo Gouveia conservou hoje a segunda posição na Grande Final, que reúne os 45 melhores golfistas do circuito Challenge Tour, que decorre em Mascate e continua a ser liderada pelo dinamarquês Joachim Hansen.

Na segunda volta, que só termina no sábado devido ao nevoeiro que prejudicou a continuidade da prova, Melo Gouveia marcou 71 pancadas, menos uma do que o resultado obtido na primeira volta, seguindo provisoriamente no grupo dos classificados em 56.º lugar. (Arquivo)

Na segunda volta, que só termina no sábado devido ao nevoeiro que prejudicou a continuidade da prova, Melo Gouveia marcou 71 pancadas, menos uma do que o resultado obtido na primeira volta, seguindo provisoriamente no grupo dos classificados em 56.º lugar. (Arquivo)

LUSA

Melo Gouveia, que partiu para o torneio no sultanato de Omã na liderança do 'Challange Tour', a segunda divisão do golfe profissional europeu, cumpriu a segunda volta em 67 pancadas (cinco abaixo do Par), precisamente o mesmo número que tinha realizado na quarta-feira.

Hansen, que na primeira ronda tinha necessitado de 66 golpes, efetuou hoje também 67 pancadas, o que lhe permitiu manter o comando isolado da prova, dotada de 375.000 euros em prémios, com menos um 'shot' do que Melo Gouveia (133 contra 134 do golfista português).

Já com o cartão para o European Tour de 2016 assegurado, o golfista português chegou a Omã com prémios totais de 157.592 euros, à frente do francês Sebastien Gros (153.612) e do espanhol Borja Virto Astudillo (135.612), segundo e terceiro do 'ranking', respetivamente.

Os mais diretos perseguidores de Melo Gouveia na corrida pela liderança do 'ranking' continuam longe do português: Astudillo é 22.º classificado, depois de hoje ter realizado 71 pancadas, e Gros, que necessitou de mais três (74), segue no 26.º lugar.

O golfista algarvio, que em 2015 venceu um torneio e somou mais 10 classificações no 'top 10', poderá tornar-se o primeiro português a vencer a ordem de mérito de um circuito internacional de golfe.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.