sicnot

Perfil

Desporto

Medalhas Olímpicas encontradas no lixo em Melbourne

Duas medalhas olímpicas foram deixadas no lixo foram de uma casa, em Melbourne, na Austrália. Há cinco meses que foram encontradas e, para já, ainda não foram reclamadas.

© Ivan Alvarado / Reuters

Uma das medalhas é de bronze e foi conquistada nos Jogos Olímpicos de Helsínquia, em 1952 e a outra, correspondente aos Jogos de 1948, em Londres, é de participação. Ambas foram entregues à polícia em junho, depois de terem sido encontradas no lixo nos subúrbios de Melbourne, segundo noiticia o The Guardian.

As autoridades não conseguiram, até agora, relacionar as medalhas com ninguém, e, por outro lado, ninguém as reclamou. "Podem ter passado de uma geração para outra, ou podem pertencer a um atleta de outro país. Não sabemos", disse o polícia Damien Bowman aos jornalistas. "Eu não as limitaria apenas a atletas australianos, nesta fase. Nós só queríamos levá-las de volta aos proprietários sãs e salvas".

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.