sicnot

Perfil

Desporto

Cruyff elogia trabalho dos médicos que o tratam a um cancro no pulmão

O antigo internacional holandês Johan Cruyff elogiou hoje o "trabalho excecional" dos médicos que o estão a tratar a um cancro no pulmão, observando que a sucessão de acontecimentos no futebol lhe deixa pouco tempo para se preocupar.

Johan Cruyff foi ainda mais específico, dizendo que Kroos nem sequer foi nomeado, enquanto Cristiano Ronaldo, vencedor do troféu nos dois últimos anos, "foi invisível durante o Mundial [ganho pela Alemanha]". (Arquivo)

Johan Cruyff foi ainda mais específico, dizendo que Kroos nem sequer foi nomeado, enquanto Cristiano Ronaldo, vencedor do troféu nos dois últimos anos, "foi invisível durante o Mundial [ganho pela Alemanha]". (Arquivo)

© STRINGER Mexico / Reuters

"Estão a passar-se tantas coisas no futebol e eu amo tanto [a modalidade] que não tenho tempo para me preocupar. E se me preocupo tão pouco é também devido ao trabalho excecional dos médicos", disse Cruyff, de 68 anos, no artigo de opinião que assina no diário De Telegraaf.

O antigo futebolista e treinador, que deixou de fumar e se tornou num símbolo da luta antitabágica desde que foi operado ao coração, em 1991, confirmou há cerca de duas semanas que sofre de um cancro no pulmão.

Cruyff foi campeão da Europa pelo Ajax em 1971, 1972 e 1973, mudando-se em seguida para o FC Barcelona, pelo qual apenas conseguiu o cetro europeu enquanto treinador, conduzindo os catalães ao seu primeiro título continental em 1992.

Lusa

  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.