sicnot

Perfil

Desporto

Ibrahimovic recebe de Figo o prémio de melhor futebolista sueco

O avançado Zlatan Ibrahimovic ganhou esta segunda-feira a Bola de Ouro da Suécia pela décima vez, recebendo das mãos do português Luís Figo o prémio que distingue anualmente o melhor futebolista daquele país.

"Foi uma grande honra [a presença de Luís Figo]. Eu tenho muitas boas memórias de Luís Figo. Tanto de quando jogámos juntos [pelo Inter Milão] como de quando ele representou outras equipas. Vê-lo jogar era mágico", disse Ibrahimovic.

"Foi uma grande honra [a presença de Luís Figo]. Eu tenho muitas boas memórias de Luís Figo. Tanto de quando jogámos juntos [pelo Inter Milão] como de quando ele representou outras equipas. Vê-lo jogar era mágico", disse Ibrahimovic.

© TT News Agency / Reuters

O jogador do Paris Saint-Germain, de 34 anos, venceu o troféu pela primeira vez em 2005, 'falhou' no ano seguinte, e foi premiado consecutivamente desde 2007, recebendo este ano também o prémio de melhor avançado sueco durante a cerimónia.

"Foi uma grande honra [a presença de Luís Figo]. Eu tenho muitas boas memórias de Luís Figo. Tanto de quando jogámos juntos [pelo Inter Milão] como de quando ele representou outras equipas. Vê-lo jogar era mágico", disse Ibrahimovic.

O avançado é o melhor marcador da equipa nacional, com 59 golos, e também do emblema parisiense, com 115 golos, tendo ultrapassado o português Pauleta, tudo em competições oficiais.

Lusa

  • Roger Moore, o ator que foi 007 e um Santo
    1:26

    Cultura

    Morreu Roger Moore. O ator britânico tinha 89 anos e morreu na Suíça, vítima de cancro. Ficou conhecido pelo mítico papel de James Bond entre os anos 70 e 80, tendo sido o ator que mais tempo se manteve no papel. Em 2003, foi condecorado pela rainha Isabel II e tornou-se Sir Roger Moore.

  • Ucrânia limita utilização do russo na televisão

    Mundo

    O Parlamento da Ucrânia aprovou esta terça-feira uma lei que determina que três quartos dos programas televisivos dos canais nacionais devem ser transmitidos em ucraniano, medida que visa limitar o uso da língua russa naquele país.