sicnot

Perfil

Desporto

Ibrahimovic recebe de Figo o prémio de melhor futebolista sueco

O avançado Zlatan Ibrahimovic ganhou esta segunda-feira a Bola de Ouro da Suécia pela décima vez, recebendo das mãos do português Luís Figo o prémio que distingue anualmente o melhor futebolista daquele país.

"Foi uma grande honra [a presença de Luís Figo]. Eu tenho muitas boas memórias de Luís Figo. Tanto de quando jogámos juntos [pelo Inter Milão] como de quando ele representou outras equipas. Vê-lo jogar era mágico", disse Ibrahimovic.

"Foi uma grande honra [a presença de Luís Figo]. Eu tenho muitas boas memórias de Luís Figo. Tanto de quando jogámos juntos [pelo Inter Milão] como de quando ele representou outras equipas. Vê-lo jogar era mágico", disse Ibrahimovic.

© TT News Agency / Reuters

O jogador do Paris Saint-Germain, de 34 anos, venceu o troféu pela primeira vez em 2005, 'falhou' no ano seguinte, e foi premiado consecutivamente desde 2007, recebendo este ano também o prémio de melhor avançado sueco durante a cerimónia.

"Foi uma grande honra [a presença de Luís Figo]. Eu tenho muitas boas memórias de Luís Figo. Tanto de quando jogámos juntos [pelo Inter Milão] como de quando ele representou outras equipas. Vê-lo jogar era mágico", disse Ibrahimovic.

O avançado é o melhor marcador da equipa nacional, com 59 golos, e também do emblema parisiense, com 115 golos, tendo ultrapassado o português Pauleta, tudo em competições oficiais.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47