sicnot

Perfil

Desporto

Gianni Infantino abdica da candidatura à presidência se Platini avançar

Gianni Infantino, secretário-geral da UEFA e candidato à presidência da FIFA, disse hoje que abdicará da candidatura se Michel Platini, suspenso por 90 dias, avançar para a liderança do organismo mundial.

reuters

Em entrevista ao diário desportivo A Bola, Infantino manifestou-se "cem por cento leal" ao presidente da UEFA, esclarecendo que só avançou por Platini se encontrar suspenso, já que "a Europa tem de estar representada" neste processo eleitoral.

"Como o nosso presidente está suspenso, e depois de tomarmos a decisão de avançar com uma candidatura à liderança da FIFA, importava saber quem seria o candidato. E o meu nome foi o escolhido", explicou o secretário-geral da UEFA.

O mesmo responsável garantiu que não avançaria caso não tivesse o apoio de Platini, com quem trabalha "há nove anos".

"Sempre ficou muito claro que tinha o apoio dele [Platini] e se isso não tivesse acontecido a minha candidatura não teria avançado. Nunca serei candidato contra Platini. Se ele puder e quiser abdico da minha candidatura", assegurou.

Platini, o primeiro candidato a apresentar-se na corrida à FIFA, foi suspenso a 08 de outubro pelo Comité de Ética do organismo, depois de a Procuradoria Suíça lhe imputar suspeitas de gestão desleal e abuso de confiança.

Entre as acusações está o recebimento de dois milhões de francos suíços (1,8 milhões de euros) em "prejuízo da FIFA", naquilo que Platini e Joseph Blatter, presidente demissionário do organismo, já vieram dizer ter sido o pagamento num "acordo de cavalheiros" por trabalhos efetuados entre 1999 e 2002.

A FIFA foi abalada por um escândalo de corrupção em maio, a dois dias da reeleição de Blatter, num processo aberto pela justiça dos Estados Unidos e que levou a acusações a 14 dirigentes e ex-dirigentes.

No início de junho, Blatter apresentou a demissão, abrindo o caminho para novas eleições, marcadas para 26 de fevereiro de 2016

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".