sicnot

Perfil

Desporto

Gonçalo Guedes e Rúben Neves espreitam a estreia na seleção nacional

A seleção portuguesa de futebol começou hoje a preparar os encontros particulares com Rússia e Luxemburgo, com um treino no Estádio Nacional que já contou com a presença de Rúben Neves e em que André Gomes apresentou limitações. Destaque ainda para Gonçalo Guedes, avançado do Benfica, que tal como Rúben Neves realizou o seu primeiro treino na seleção principal.

Gonçalo Guedes em ação durante a sessão de treino hoje no estágio da seleção, no Estádio Nacional, Lisboa

Gonçalo Guedes em ação durante a sessão de treino hoje no estágio da seleção, no Estádio Nacional, Lisboa

MARIO CRUZ/ LUSA

Chamado à última hora para substituir João Moutinho, que foi dispensado devido a lesão, Neves juntou-se à seleção principal em Cascais já de madrugada (estava com os sub-21 em São João da Madeira) e esta manhã esteve às ordens do selecionador Fernando Santos, no Jamor.

Nos primeiros 15 minutos abertos à comunicação social, André Gomes, médio do Valência, foi o único jogador que apresentou algumas limitações, tendo realizado trabalho específico à parte do grupo. Nesse período, os restantes 22 convocados por Fernando Santos efetuaram os habituais exercícios de aquecimento.

Na quarta-feira, Portugal volta a treinar, novamente no Estádio Nacional, numa sessão que está agendada para as 10:30 e em que os primeiros 15 minutos serão abertos à comunicação social. Antes, dois jogadores estarão disponíveis em conferência de imprensa, também no Jamor.

Portugal, que assegurou a presença no Europeu do próximo ano após ter vencido o Grupo I de qualificação, defronta a Rússia a 14 de novembro, em Krasnodar, e três dias depois desloca-se ao Luxemburgo.

Certa é a ausência do capitão Cristiano Ronaldo, que foi poupado por Fernando Santos para os dois últimos jogos da formação lusa este ano e que servem de preparação para a fase final do Europeu de 2016, que vai decorrer em França.

Com Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19