sicnot

Perfil

Desporto

Futebolista japonês renova contrato aos 48 anos

O avançado japonês Kazuyoshi Miura, de 48 anos, um dos jogadores mais velhos em atividade, renovou contrato por mais uma época com o Yokohama FC, da segunda Liga japonesa de futebol.

O jogador assegurou que continuará "a dar tudo" pelo seu atual clube, pelo qual bateu em junho o seu próprio recorde de jogador mais velho do futebol profissional japonês a marcar um golo, aos 48 anos, quatro meses e dois dias. (Arquivo)

O jogador assegurou que continuará "a dar tudo" pelo seu atual clube, pelo qual bateu em junho o seu próprio recorde de jogador mais velho do futebol profissional japonês a marcar um golo, aos 48 anos, quatro meses e dois dias. (Arquivo)

© KYODO Kyodo / Reuters

Em honra da camisola 11, o número com que tem jogado quase sempre na sua carreira, foi escolhido o dia de hoje, 11 de novembro, e a hora japonesa das 11:11 para anunciar a renovação de contrato com Miura.

O jogador assegurou que continuará "a dar tudo" pelo seu atual clube, pelo qual bateu em junho o seu próprio recorde de jogador mais velho do futebol profissional japonês a marcar um golo, aos 48 anos, quatro meses e dois dias.

'King Kazu', como é conhecido, iniciou a carreira em 1986 no Brasil, onde jogou, entre outros, no Santos, Palmeiras e Coritiba, e em 1991 chegou ao Japão, para jogar pelo Tokyo Verdy, clube em que esteve oito épocas.

Pelo meio, em 1994/95, esteve nos italianos do Génova, antes de regressar ao Japão.

Miura representou também o Dínamo Zagreb e os australianos do Sydney FC, mas foi no seu atual clube, o Yokohama FC, que esteve mais tempo, 11 épocas, depois de ter jogado também pelo Kyoto Sanga e Vissel Kobe.

O avançado também foi uma grande estrela na seleção japonesa, pela qual marcou 55 golos em 89 jogos.

Lusa

  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".