sicnot

Perfil

Desporto

Wolsburgo vence Chelsea nos oitavos da Liga dos Campeões feminina

O Wolfsburgo, vencedor por duas vezes da Liga dos Campeões de futebol feminina, confirmou o favoritismo e foi esta quarta-feira a Londres vencer o Chelsea por 2-1, em jogo da primeira mão dos oitavos de final da competição.

Nem o fator casa valeu ao atual bicampeão inglês para travar um Wolfsburgo que se revelou superior no relvado, quer em tempo de posse de bola, número de pontapés de cantos e de livres, sem embargo da boa réplica que ofereceu. (Arquivo)

Nem o fator casa valeu ao atual bicampeão inglês para travar um Wolfsburgo que se revelou superior no relvado, quer em tempo de posse de bola, número de pontapés de cantos e de livres, sem embargo da boa réplica que ofereceu. (Arquivo)

© TT News Agency / Reuters

Nem o fator casa valeu ao atual bicampeão inglês para travar um Wolfsburgo que se revelou superior no relvado, quer em tempo de posse de bola, número de pontapés de cantos e de livres, sem embargo da boa réplica que ofereceu.

A diferença de envergadura atlética foi evidente, favorável às alemãs, mais altas e mais fortes, e teve a sua influência na supremacia que impuseram, a qual assentou também num coletivo mais coeso e consistente.

O Wolfsburgo adiantou-se no marcador logo aos três minutos, através de um lance infeliz da francesa Claire Rafferty, mas não conseguiu ampliar a vantagem até ao intervalo, apesar de ter tido quase sempre a iniciativa de jogo e ter forçado o adversário a defender quase sempre dentro do seu meio-campo.

Neste período, o Chelsea conseguiu manter a coesão defensiva e evitar que o resultado se ampliasse, e na segunda parte foi uma equipa mais afoita, que foi ganhando confiança e que, fruto disso, chegou ao empate aos 54 minutos, através de outro autogolo, desta vez da jogador alemã Babett Peter.

No entanto, o maior poderio germânico acabou por se traduzir com o segundo golo, aos 78 minutos, pela norueguesa Graham Hansen, que saltou do banco aos 65 para substituir Alexandra Popp.

Pela formação londrina alinhou a internacional portuguesa Ana Borges, que jogou na posição de lateral-direito e esteve em bom plano, evitando na segunda parte um golo certo do Wolfsburgo.

Nos outros jogos da primeira mão dos oitavos de final, o campeão em título, o Frankfurt, foi vencer à Noruega o LSK Kvinner, por 2-0, enquanto o Barcelona se impôs pela diferença mínima (1-0) em casa das holandesas do Twente.

Um grande jogo opôs na capital espanhola o Atlético de Madrid ao Lyon, equipa que já venceu por duas vezes a competição e que tem estatuto de cabeça de série, num embate que terminou com a vitória das francesas por 3-1.

Nos restantes dois jogos, as suecas do Orebro empataram com as francesas do Paris Saint-Germain a um golo, enquanto as italianas do Brescia surpreenderam em casa a formação dinamarquesa do Fortuna, ao vencer por 1-0.

A primeira mão completa-se na quinta-feira, com a receção das checas do Slavia de Praga e das italianas do Verona às russas do Zvezda 2005 e às suecas do Rosengard, respetivamente.

Os jogos da segunda mão disputam-se nos dias 18 e 19 de novembro.

Lusa

  • Ouriense é a primeira equipa feminina portuguesa na Liga dos Campeões
    9:27

    Desporto

    O feito do Ouriense é inédito no futebol feminino português. A equipa conseguiu o apuramento para a Liga dos Campeões. O encontro da primeira mão dos dezasseis avos da final foi na passada quarta feira. O Ouriense perdeu por três bolas a zero, mas ainda volta a enfrentar o Fortuna, na Dinamarca. É certo que a equipa portuguesa terá de ganhar por quatro bolas a zero para passar à próxima eliminatória mas também é garantido que, apesar das diferenças entre as duas equipas, ao Ouriense não falta força de vontade.

  • Depois do Fogo
    0:25
  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15

    Mundo

    Na Califórnia, nos Estados Unidos, já foi eleito o cão mais feio do mundo de 2017, num concurso que se repete há 29 anos. Com 57 quilos, Martha recebeu a distinção enquanto ressonava no palco.