sicnot

Perfil

Desporto

Miguel Oliveira eleito atleta do ano na Gala do Desporto

O piloto Miguel Oliveira, que recentemente se sagrou vice-campeão mundial de Moto3, conquistou esta quinta-feira pela primeira vez o prémio de Atleta Masculino do Ano na Gala da Confederação do Desporto de Portugal (CDP), marcada pela ausência dos principais nomeados.

MÁRIO CRUZ/LUSA

Vencedor de seis grandes prémios na categoria de entrada do motociclismo, Miguel Oliveira, que no domingo terminou a temporada como vice-campeão mundial, estreou-se a vencer na categoria de Atleta do Ano, depois de ter sido nomeado para o prémio de Jovem Promessa em 2004, com apenas nove anos.

O piloto de Almada, que não esteve presente na Gala do Desporto, foi o escolhido de uma lista que incluía o ciclista Rui Costa, vencedor nas últimas três edições e atual campeão nacional de fundo, o atleta Nelson Évora, campeão europeu de pista coberta do triplo salto e medalha de bronze no Mundial, Rui Bragança, ouro na categoria -58 kg no taekwondo nos Jogos Europeus de Baku, e o canoísta Fernando Pimenta, bronze em K1 1.000 no Europeu e no Mundial.

No setor feminino, o prémio da Atleta do Ano foi para a ginasta Filipa Martins, oitava no Europeu no concurso 'all around', que bateu a patinadora Mariana Souto, campeã mundial e europeia em pares dança juniores, a canoísta Francisca Laia, medalha de prata em K1 200 nos Mundiais sub-23, Ana Teresa Almeida, campeã mundial de bodyboard da Internacional Surfing Association, e a mesatenista Fu Yu, bronze no Europeu.

O galardão de Equipa do ano recaiu na seleção futebol de praia, campeã mundial e europeia. Na votação, os premiados derrotaram o K4 1.000 que conquistou a prata no Europeu de canoagem e outras três seleções nacionais: a universitária de andebol masculino, ouro nas Universíadas, a de hóquei em patins sub-20, bicampeã mundial, e a de ténis de mesa, ouro em Baku2015.

Os feitos da canoagem nacional valeram a Hélio Lucas e José Sousa a distinção de Treinador do Ano, à frente de Rolando Freitas, selecionador de andebol universitário e de elite, João Ganso, técnico de Nélson Évora, Mário Narciso, selecionador de futebol de praia, e Lino Barruncho, técnico dos triatletas João Pereira, Miguel Arraiolos e Melanie Santos, vencedores de várias medalhas internacionais.

O prémio de Jovem Promessa foi para o futebolista Ruben Neves, o mais jovem capitão do FC Porto na Liga dos Campeões. O mais jovem jogador do Europeu sub-21 foi mais votado do que Joana Cunha (desporto universitário/taekwondo), prata na categoria de -57 kg nas Universíadas, José Souto (patinagem), bicampeão mundial de 'solo dance' em juniores, João Amorim (canoagem), campeão mundial de maratona em C1 júnior, e Melanie Santos (triatlo), bronze no Mundial e Europeu de sub-23.

Lusa

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Rapper XXXTentacion morto em aparente tentativa de roubo

    Cultura

    O rapper norte-americano XXXTentacion, de 20 anos, morreu na noite de segunda-feira depois de ter sido baleado, na Florida, no sudeste dos Estados Unidos. Um dos suspeitos terá disparado e atingido o rapper e, de seguida, dois suspeitos fugiram numa viatura escura. A polícia está a considerar tentativa de roubo.