sicnot

Perfil

Desporto

Fernando Gomes operado com sucesso a lesão obstrutiva na carótida

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, foi hoje submetido a uma intervenção cirúrgica por lesão obstrutiva na carótida, revelou a FPF na sua página oficial.

Fernando Gomes, de 63 anos, chefiou a comitiva portuguesa na deslocação ao Luxemburgo para a realização do segundo de dois jogos particulares, após um encontro com a Rússia, no sábado. (Arquivo)

Fernando Gomes, de 63 anos, chefiou a comitiva portuguesa na deslocação ao Luxemburgo para a realização do segundo de dois jogos particulares, após um encontro com a Rússia, no sábado. (Arquivo)

SIC

"Na sequência de uma indisposição, o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, deslocou-se a uma unidade hospitalar no Luxemburgo, onde foi submetido a exames que revelaram a necessidade de uma intervenção cirúrgica por lesão obstrutiva da carótida", pode ler-se no comunicado, que acrescenta que "a cirurgia foi realizada com sucesso".

Fernando Gomes, de 63 anos, chefiou a comitiva portuguesa na deslocação ao Luxemburgo para a realização do segundo de dois jogos particulares, após um encontro com a Rússia, no sábado.

Depois da derrota em Krasnodar, por 1-0, a seleção portuguesa venceu hoje o Luxemburgo por 2-0, no Estádio Josy Barthel.

Lusa

  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Sondagem prevê vitória de Basílio em Sintra e de Bernardino em Loures
    3:03
  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.