sicnot

Perfil

Desporto

Galatasaray rescinde com o treinador Hamza Hamzaoglu

O treinador Hamza Hamzaoglu vai abandonar o Galatasaray, anunciou esta quarta-feira o clube da liga turca de futebol e adversário do Benfica na Liga dos Campeões, adiantando que a saída se deu por "mútuo acordo".

O técnico assumiu o comando do emblema turco em novembro de 2014. (Arquivo)

O técnico assumiu o comando do emblema turco em novembro de 2014. (Arquivo)

© Osman Orsal / Reuters

"O contrato com Hamzaoglu foi rescindido por mútuo acordo. Nós agradecemos os seus serviços e desejamos-lhe sucesso no futuro", pode ler-se no comunicado emitido pelo clube de Istambul.

O técnico assumiu o comando do emblema turco em novembro de 2014, substituindo o italiano Cesare Prandelli e guiando o clube ao título de campeão turco na mesma época.

Apesar de ter um plantel com jogadores como Lukas Podolski e Wesley Sneijder, o Galatasaray está, atualmente, em terceiro lugar no campeonato, atrás dos rivais da capital Besiktas e Fenerbahce, e ocupa a mesma posição no grupo C da Liga dos Campeões, liderado pelo Benfica.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22