sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da federação chilena demite-se no âmbito do escândalo de corrupção da FIFA

O presidente da Federação Chilena de Futebol (FFC), Sergio Jadue, apresentou esta quarta-feira a sua demissão, anunciou publicamente este organismo, que considerou insatisfatórias as explicações sobre a sua alegada implicação no escândalo mundial de corrupção em torno da FIFA.

"A direção da FFC decidiu unanimemente aceitar a demissão do senhor Jadue (na imagem)", anunciou o presidente interino Jaime Baeza. (Arquivo)

"A direção da FFC decidiu unanimemente aceitar a demissão do senhor Jadue (na imagem)", anunciou o presidente interino Jaime Baeza. (Arquivo)

Jorge Saenz / AP

"A direção da FFC decidiu unanimemente aceitar a demissão do senhor Jadue", anunciou o presidente interino Jaime Baeza, em conferência de imprensa, e revelou que irão ser marcadas eleições brevemente para se encontrar um sucessor para Sergio Jadue.

A maioria dos órgãos de comunicação chilenos divulgou hoje que Jadue, que viajou para os Estados Unidos juntamente com a família para passar, segundo ele, umas férias durante seis meses, irá participar num programa de proteção a testemunhas da justiça norte-americana no âmbito de um ampla investigação sobre corrupção na FIFA.

Jaime Baeza revelou, ainda, que na semana passada a FFC solicitou a Jadue uma reunião extraordinária e urgente para que ele pudesse esclarecer dúvidas em torno de factos que foram objeto de investigação por parte da Justiça norte-americana.

"Essa reunião aconteceu na quinta-feira passada e o senhor Jadue não forneceu nem dissipou as inquietações que levantámos, razão pela qual lhe pedimos que se afastasse para bem da indústria do futebol chileno", revelou Baeza.

O escândalo de corrupção que envolve a FIFA nos últimos meses teve um impacto mundial e afetou a maioria dos dirigentes da Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) e as respetivas dez federações.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.