sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da federação chilena vai colaborar com investigação à FIFA

O presidente da Federação Chilena de Futebol, Sergio Jadue, viajou terça-feira sob proteção para os Estados Unidos para colaborar com as investigações sobre corrupção na FIFA, noticia esta quarta-feira a imprensa chilena.

Em setembro, a justiça chilena acusou Jadue (na imagem) e outros dirigentes da federação de receberem salários ilegais. (Arquivo)

Em setembro, a justiça chilena acusou Jadue (na imagem) e outros dirigentes da federação de receberem salários ilegais. (Arquivo)

© Jorge Adorno / Reuters

No aeroporto de Santiago do Chile, Sergio Jadue, que também é vice-presidente da confederação sul-americana de futebol, disse aos jornalistas que iria de férias com a família durante uns meses.

No entanto, o jornal Mercurio, citando fontes da federação, assegura que Sergio Jadue vai sob proteção policial para testemunhar nas investigações de corrupção na FIFA.

La Tercera, um outro jornal chileno, garante que Jadue "vai colaborar com a investigação que está a ser feita pelo FBI".

Recentemente, Sergio Jadue apresentou um atestado médico que lhe permitiu deixar temporariamente a presidência da federação, assumida interinamente por Jaime Baeza.

Em setembro, a justiça chilena acusou Jadue e outros dirigentes da federação de receberem salários ilegais.

Após a investigação, Sergio Jadue foi obrigado devolver 49.000 dólares (cerca de 46.000 euros), correspondentes a salários de oito meses.

Desde maio, a FIFA vive um escândalo de corrupção, desencadeado por uma investigação das autoridades norte-americanas, no âmbito do qual já foram feitas várias detenções e suspenso o presidente, Joseph Blatter.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.