sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da federação chilena vai colaborar com investigação à FIFA

O presidente da Federação Chilena de Futebol, Sergio Jadue, viajou terça-feira sob proteção para os Estados Unidos para colaborar com as investigações sobre corrupção na FIFA, noticia esta quarta-feira a imprensa chilena.

Em setembro, a justiça chilena acusou Jadue (na imagem) e outros dirigentes da federação de receberem salários ilegais. (Arquivo)

Em setembro, a justiça chilena acusou Jadue (na imagem) e outros dirigentes da federação de receberem salários ilegais. (Arquivo)

© Jorge Adorno / Reuters

No aeroporto de Santiago do Chile, Sergio Jadue, que também é vice-presidente da confederação sul-americana de futebol, disse aos jornalistas que iria de férias com a família durante uns meses.

No entanto, o jornal Mercurio, citando fontes da federação, assegura que Sergio Jadue vai sob proteção policial para testemunhar nas investigações de corrupção na FIFA.

La Tercera, um outro jornal chileno, garante que Jadue "vai colaborar com a investigação que está a ser feita pelo FBI".

Recentemente, Sergio Jadue apresentou um atestado médico que lhe permitiu deixar temporariamente a presidência da federação, assumida interinamente por Jaime Baeza.

Em setembro, a justiça chilena acusou Jadue e outros dirigentes da federação de receberem salários ilegais.

Após a investigação, Sergio Jadue foi obrigado devolver 49.000 dólares (cerca de 46.000 euros), correspondentes a salários de oito meses.

Desde maio, a FIFA vive um escândalo de corrupção, desencadeado por uma investigação das autoridades norte-americanas, no âmbito do qual já foram feitas várias detenções e suspenso o presidente, Joseph Blatter.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.