sicnot

Perfil

Desporto

Jorge Mendes celebra parceria com empresário chinês para expandir futebol da China

A Gestifute, agência de Jorge Mendes, anunciou hoje a celebração de uma parceria com o empresário chinês Guo Guangchang, para expandir o futebol daquele país asiático a nível desportivo e comercial "no mercado mais prometedor do mundo".

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

Guangchang é o presidente e maior acionista do Grupo Fosun, o maior consórcio da China, e entra, assim, no mundo de desporto com Jorge Mendes, representante de futebolistas como Cristiano Ronaldo, João Moutinho e treinadores como José Mourinho.

"Jorge Mendes é o melhor parceiro e amigo da indústria desportiva e é uma honra tê-lo ao meu lado para realizar um dos meus maiores sonhos. A China tem um mercado de enorme potencial para o futebol e outros desportos e eu acredito que um 'expert' de classe mundial como o Jorge vai dar-nos uma grande ajuda", afirmou o empresário chinês.

O presidente do grupo Fosun, que comprou em Portugal a Fidelidade e a Luz Saúde, explicou que a "vasta e bem-sucedida experiência" de Jorge Mendes vai revelar-se "extremamente valiosa para o futebol chinês" e acredita que os futebolistas e adeptos chineses vão "testemunhar em breve a sua grandeza".

Por seu lado, Jorge Mendes reconheceu que é "uma honra" trabalhar com o Guangchang, considerando que o futebol chinês "tem um futuro brilhante" e espera "poder ajudar" o mesmo "a tornar-se uma nova potência mundial".

Lusa

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.