sicnot

Perfil

Desporto

Sporting de Braga elimina Farense com golo de Filipe Augusto no prolongamento

Um golo de Filipe Augusto, de grande penalidade, no arranque do prolongamento, deu hoje a vitória (1-0) ao Sporting de Braga sobre o Farense, em jogo da quarta eliminatória da Taça de Portugal em futebol.

Lusa

Lusa

LU\303\215S FORRA

Os bracarenses, finalistas vencidos (derrotados pelo Sporting) na última edição da prova, tiveram pela frente um adversário que deu excelente réplica, com o guarda-redes São Bento em grande destaque, e só se mostraram superiores nos 30 minutos complementares.

Logo no terceiro minuto do prolongamento, depois de uma falta de Delmiro sobre Stojiljkovic, o brasileiro Filipe Augusto converteu o penálti que deu o triunfo pela margem mínima, apurando a sua equipa para os oitavos de final da Taça de Portugal.

O equilíbrio imperou na primeira metade da partida, ainda com as equipas em fase de estudo e a habituar-se a um relvado que expôs a preocupação manifestada pelo técnico bracarense, em mau estado e com uma 'clareira' evidente numa das zonas laterais junto à área.

O Farense aplicou o jogo direto - quer nos pontapés longos da defesa quer nos lançamentos laterais de Saeed no último terço - como primeira 'receita' para o seu futebol ofensivo e esteve perto de marcar pelo médio iraquiano Osama Rashid, que atirou por cima depois de um corte falhado de Ricardo Ferreira (28).

O conjunto de Braga, com algumas dificuldades em impor o habitual futebol de posse, respondeu dois minutos depois, por Aarón, obrigando São Bento a uma excelente defesa, enquanto Stojiljkovic, a um minuto do intervalo, atirou ao lado, com o guardião batido.

O intervalo trouxe um Farense muito mais dinâmico e perto de ser beneficiado pela sorte, quando, aos 49 minutos, André Pinto, a tentar cortar um lançamento lateral de Saeed, quase marcava na própria baliza, ao desviar para a trave.

Aarón respondeu para o Sporting de Braga, com São Bento a somar nova boa defesa (57), e o ritmo foi decaindo com o passar dos minutos, com as duas equipas à espera da meia hora complementar.

Já em vantagem, graças ao golo de Filipe Augusto (93), e frente a um Farense em quebra física, os bracarenses superiorizaram-se no prolongamento e estiveram perto de aumentar a diferença, mas São Bento evitou o golo três vezes (97, 100 e 108), antes de o médio brasileiro falhar escandalosamente o 'bis' aos 120+1.

Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57

    País

    Tondela foi um dos municípios mais atingidos pelo incêndio, deixando dezenas de animais feridos e perdidos no concelho. Várias clínicas veterinárias são agora um porto de abrigo e, em alguns casos, um ponto de encontro. Muitos dos animais chegaram recolhidos por voluntários e a maior parte dos casos são animais que, no momento de aflição, foram soltos pelos donos e salvos pelo instituto de sobrevivência.

  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31