sicnot

Perfil

Desporto

Ancelotti disponível para o Real Madrid "mas não esta época"

O treinador italiano Carlo Ancelotti mostrou-se esta segunda-feira disponível para regressar ao Real Madrid, "mas não esta temporada", e afirmou desconhecer problemas entre o português Cristiano Ronaldo e o seu sucessor no comando técnico dos 'merengues', o espanhol Rafael Benitez.

"Voltaria [a treinar o Real Madrid], sem nenhuma dúvida, mas não esta temporada. Decidi que esta época não treinaria nenhuma equipa e é assim que vai ser", referiu Carlo Ancelotti. (Arquivo)

"Voltaria [a treinar o Real Madrid], sem nenhuma dúvida, mas não esta temporada. Decidi que esta época não treinaria nenhuma equipa e é assim que vai ser", referiu Carlo Ancelotti. (Arquivo)

© Reuters Staff / Reuters

"Voltaria [a treinar o Real Madrid], sem nenhuma dúvida, mas não esta temporada. Decidi que esta época não treinaria nenhuma equipa e é assim que vai ser", referiu Carlo Ancelotti, de 56 anos, a um programa radiofónico italiano.

O treinador italiano adiantou ainda que, depois de cumprir o desejo de ficar um ano sem treinar, ficará disponível para, na próxima temporada, voltar ao banco, quer seja no Real Madrid, no Paris Saint-Germain ou no Chelsea.

Carlo Ancelotti, que orientou o Real Madrid de 2013 a 2015, conquistando a Liga dos Campeões em 2014, assegurou ainda não ter conhecimento de qualquer problema entre o português Cristiano Ronaldo e o treinador espanhol Rafael Benitez.

"Falei com o Cristiano há alguns dias, mas ele não me disse nada sobre eventuais problemas com o treinador", referiu Carlo Ancelotti, que defendeu ainda Rafael Benitez, sob 'fogo' após a goleada em casa sofrida frente ao rival FC Barcelona, por 4-0, em pleno Santiago Bernabeu.

Ainda de acordo com Carlo Ancelotti, cada treinador tem as suas ideias e aplica-as em campo: "a época ainda está no princípio e há ainda muito tempo para retificar as coisas".

"No AC Milan, acusaram-me sempre de escolher o 'onze' que o presidente Berlusconi pretendia e em Madrid também pensam assim. Creio que é sempre melhor 'morrer' pelas tuas próprias ideias", acrescentou.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".