sicnot

Perfil

Desporto

Bélgica reforça medidas de segurança para Taça Davis em ténis

A Bélgica vai reforçar as medidas de segurança na final da Taça Davis em ténis, que decorrerá no próximo fim de semana em Gent, devido à ameaça terrorista que mantém o país em alerta.

A Federação de Ténis da Bélgica e a Federação Internacional de Ténis anunciou a proibição de entrada com no recinto com mochilas ou sacos. (Arquivo)

A Federação de Ténis da Bélgica e a Federação Internacional de Ténis anunciou a proibição de entrada com no recinto com mochilas ou sacos. (Arquivo)

© Reuters Staff / Reuters

Em comunicado, a Federação de Ténis da Bélgica e a Federação Internacional de Ténis anunciou hoje a proibição de entrada com no recinto com mochilas ou sacos.

A organização da final da Taça Davis, que será disputada entre a Bélgica e a Grã-Bretanha, anunciou ainda um reforço dos controlos nas entradas da Flanders Expo, onde decorrerá o evento, assegurando que serão revistados espetadores e elementos da organização.

A equipa britânica, liderada por Andy Murray, atrasou em um dia sua viagem para a Bélgica, devido ao nível de alerta 4 que foi instaurado na região de Bruxelas depois de as autoridades considerarem que existe uma "ameaça séria e iminente" de atentados.

O reforço das medidas de segurança surge na sequência dos atentados sangrentos de 13 de novembro, em Paris, que causaram pelo menos 130 mortos, entre os quais dois portugueses, reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Lusa

  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • Família Obama de férias na Indonésia

    Mundo

    Das águas claras de Bali aos encantos dos templos de Java, o antigo Presidente norte-americano Barack Obama levou a esposa e as filhas de férias numa aventura de (re)descobertas por um país onde Obama viveu durante quatro anos da sua infância.

    SIC

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.