sicnot

Perfil

Desporto

Eurodeputada pede exclusão de Benzema da seleção francesa

​A eurodeputada francesa Nadine Morano pediu a exclusão do futebolista Karim Benzema da seleção, na sequência da polémica gerada pela ação do avançado antes do jogo Real Madrid-Barcelona, ao cuspir após a execução do hino francês.

Benzema, de 27 anos, falhou os últimos jogos internacionais da França, tendo sido formalmente acusado de cumplicidade na tentativa de chantagem ao colega de seleção Mathieu Valbuena.

Benzema, de 27 anos, falhou os últimos jogos internacionais da França, tendo sido formalmente acusado de cumplicidade na tentativa de chantagem ao colega de seleção Mathieu Valbuena.

© Eric Gaillard / Reuters

"Este ato demonstra desprezo e insulta as vítimas [dos atentados terroristas em Paris], as suas famílias e toda a nação", escreveu Morano, defendendo que Benzema "não é digno de representar a França" e pedindo a sua "exclusão definitiva" da seleção.

As imagens televisivas mostram Benzema a cuspir após a conclusão do hino francês, que foi tocado antes do início do jogo entre o Real Madrid e o Barcelona (0-4), em homenagem às vítimas dos atentados terroristas de 13 de setembro, que provocaram 130 mortos.

Benzema, de 27 anos, falhou os últimos jogos internacionais da França, tendo sido formalmente acusado de cumplicidade na tentativa de chantagem ao colega de seleção Mathieu Valbuena, a 5 de novembro.

Lusa

  • Seca agrava prejuízos agrícolas no Alentejo
    2:11
  • Al Gore e Garry Kasparov vão estar na Web Summit

    Web Summit

    Al Gore, antigo vice-Presidente dos Estados Unidos da América, Garry Kasparov, lendário jogador de xadrez, e Steve Huffman, o dirigente e cofundador da rede social Reddit são os novos nomes anunciados para a 2.ª Web Summit em Lisboa.

  • Estudantes universitários poderiam estar a pagar propinas mais baixas
    2:02

    País

    Os alunos universtários poderiam estar a pagar propinas mais baixas do que pagam atualmente. A situação foi denunciada pela Federação Académica do Porto, que diz que os estudantes estão a pagar cerca de 100 euros a mais do que deviam. O INE admite, num documento enviado ao Governo, que pode existir um método melhor para o cálculo destes valores.