sicnot

Perfil

Desporto

Jogo entre Atlético Madrid e Galatasaray com reforço de segurança

O jogo entre Atlético Madrid e Galatasaray, da 5ª jornada do grupo C da Liga dos Campeões em futebol, em Madrid, contará com mais 30 por cento de polícias do que o habitual.

Para o jogo no Vicente Calderón serão mobilizados 400 polícias nacionais, entre unidades para a ordem pública, cavalaria e equipas cinotécnicas, 100 municipais, 60 efetivos da proteção civil, 33 da cruz vermelha e 498 seguranças privados. (Arquivo)

Para o jogo no Vicente Calderón serão mobilizados 400 polícias nacionais, entre unidades para a ordem pública, cavalaria e equipas cinotécnicas, 100 municipais, 60 efetivos da proteção civil, 33 da cruz vermelha e 498 seguranças privados. (Arquivo)

© Reuters Staff / Reuters

Para o jogo no Vicente Calderón serão mobilizados 400 polícias nacionais, entre unidades para a ordem pública, cavalaria e equipas cinotécnicas, 100 municipais, 60 efetivos da proteção civil, 33 da cruz vermelha e 498 seguranças privados.

Segundo informação da polícia, em Madrid, "é um jogo classificado de alto risco, por ser da Liga dos Campeões".

"Todas as grandes concentrações de pessoas estarão mais protegidas e, como tal, haverá mais polícias, em 30 por cento, e também porque o clube aumentou o número de segurança de privados, mais do que o habitual", esclareceu Concepción Dancausa, da polícia madrilena.

Atlético Madrid e Galatasaray são adversários do Benfica no Grupo C da Liga dos Campeões, com os 'encarnados' a defrontarem na quarta-feira o Astana, na capital do Cazaquistão.

Também na segunda-feira foi anunciado que as medidas de segurança vão triplicar para o jogo de hoje entre os espanhóis do FC Barcelona e os italianos da AS Roma, e as autoridades pediram paciência aos adeptos.

O reforço das medidas de segurança surge após os atentados sangrentos de 13 de novembro, em Paris, que causaram pelo menos 130 mortos, entre os quais dois portugueses, reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Os ataques, perpetrados por pelo menos sete terroristas, que morreram, ocorreram em vários locais da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e as imediações do Stade France, onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.