sicnot

Perfil

Desporto

UEFA declara que "nunca aceitará" doping no futebol

A UEFA assegurou esta terça-feira que "nunca aceitará" o doping no futebol e que se mantém "na vanguarda" do combate a este fenómeno, "com um programa dinâmico, inteligente e multifacetado" em que clubes, jogadores e treinadores possam depositar "total confiança".

(Arquivo)

(Arquivo)

© Toby Melville / Reuters

A organização de cúpula do futebol europeu respondia assim às críticas do técnico francês do Arsenal, Arsene Wenger, que questionou a decisão da organização de manter o resultado do jogo da Liga dos Campeões de futebol que opôs a sua equipa ao Dínamo Zagreb, que os ingleses perderam por 2-1, apesar de um jogador croata ter sido posteriormente suspenso por doping.

"O quadro normativo antidoping da UEFA está estritamente em conformidade com o artigo 11.º do Código da Agência Mundial Antidopagem (AMA), de acordo com o qual quando mais de um jogador é notificado de uma possível violação das normas, toda a equipa terá de ser submetida a um controlo; se a infração envolver mais de dois jogadores, a equipa terá de ser desqualificada ou ser castigada de outra forma", explica a UEFA numa declaração.

Arsene Wenger defendeu na segunda-feira a necessidade de mudanças relativamente às normas antidoping em vigor na UEFA, que defendeu não serem suficientemente dissuasoras.

"Não é possível aceitar que o resultado se mantenha, apesar de terem jogado com um jogador dopado. Isso significa basicamente uma aceitação do próprio doping", afirmou o técnico do Arsenal, acrescentando: "Pessoalmente não concordo com as regras [antidoping] (...). Significam que basicamente aceitamos o doping".

O Arsenal volta a defrontar hoje o Dínamo Zagreb, estando obrigado a vencer e a esperar que o Bayern Munique derrote o Olympiacos para manter hipóteses de seguir em frente na competição.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.