sicnot

Perfil

Desporto

Quatro detidos por venda ilegal de bilhetes para o dérbi da Taça

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) informou esta quarta-feira que deteve quatro pessoas em flagrante delito, por especulação na venda de bilhetes através da internet para o jogo do Sporting-Benfica, da Taça de Portugal em futebol.

MARIO CRUZ / Lusa

Num comunicado à imprensa, a ASAE fez saber que as detenções foram efetuadas pela Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal (UNIIC) em Lisboa, Oeiras e Faro, na sequência de anúncios publicitados em sítios eletrónicos, cujos valores de transação eram consideravelmente superiores ao valor facial dos bilhetes, e que se procedeu à apreensão de nove bilhetes no montante total de 585 euros.

Segundo a mesma entidade, os detidos foram hoje presentes a tribunal, que determinou a três dos arguidos a suspensão provisória do processo mediante pagamento de injunções no valor de 250 e 350 euros a instituições de solidariedade social e, ainda, a prestação de 80 horas de trabalho comunitário, respetivamente, enquanto a um quarto arguido foi determinado o prosseguimento do inquérito.

Por último, a ASAE informou que uma das suas prioridades passa pela "fiscalização do comércio de bens e serviços por via digital" e que este ano "já deteve 28 indivíduos pelo crime de especulação, dos quais 20 através da internet".

Lusa

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42