sicnot

Perfil

Desporto

Estado de saúde de ex-presidente da FIFA João Havelange a "evoluir positivamente"

O quadro clínico do antigo presidente da FIFA João Havelange, de 99 anos, internado num hospital do Rio de Janeiro, devido a problemas pulmonares, está a "evoluir positivamente", informou hoje fonte hospitalar.

"Desde quinta-feira, o quadro clínico é estável e continua a evoluir positivamente", anunciou hoje o gabinete de imprensa do hospital Samaritano, sem fornecer pormenores sobre o estado de saúde do antigo dirigente da organização de cúpula do futebol mundial ou sobre a data em que foi internado.

O antigo dirigente da FIFA já tinha sido internado em junho do ano passado na sequência de uma infeção respiratória.

João Havelange, que presidiu à FIFA entre 1974 e 1998, renunciou em 2001 à condição de membro do Comité Olímpico Internacional e em 2013 à posição de presidente honorário da FIFA.

A demissão do cargo honorário na FIFA surgiu pouco depois de o brasileiro ter visto o seu nome num relatório elaborado pela Comissão de Ética da FIFA, na sequência de uma investigação que envolveu a empresa de marketing ISL e os direitos de televisão do Campeonato do Mundo.

O relatório descreve a conduta de Havelange como "moralmente e eticamente reprovável" por este ter alegadamente recebido diversos subornos.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22