sicnot

Perfil

Desporto

Havelange recebe alta do hospital onde estava internado com problemas pulmonares

O antigo presidente da FIFA João Havelange, de 99 anos, deixou hoje o hospital do Rio de Janeiro onde estava internado devido a problemas pulmonares.

Felipe Dana

"João Havelange recebeu autorização para deixar o hospital este sábado, 28 de novembro, ao meio-dia", refere, de forma lacónica, o comunicado distribuído pelo Hospital Samaritano, que nunca revelou a data do internamento do antigo líder da FIFA.

O antigo dirigente da FIFA já tinha sido internado em junho do ano passado na sequência de uma infeção respiratória.

João Havelange, que presidiu à FIFA entre 1974 e 1998, renunciou em 2001 à condição de membro do Comité Olímpico Internacional e em 2013 à posição de presidente honorário da FIFA.

A demissão do cargo honorário na FIFA surgiu pouco depois de o brasileiro ter visto o seu nome num relatório elaborado pela Comissão de Ética da FIFA, na sequência de uma investigação que envolveu a empresa de marketing ISL e os direitos de televisão do Campeonato do Mundo.

O relatório descreve a conduta de Havelange como "moralmente e eticamente reprovável" por este ter alegadamente recebido diversos subornos.

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.