sicnot

Perfil

Desporto

Petit "já tinha a decisão tomada" antes do jogo com o Vitória de Guimarães

Petit anunciou hoje a sua demissão de treinador principal do Boavista, referindo que "já tinha a decisão tomada" antes do jogo com o Vitória de Guimarães, da I Liga portuguesa de futebol, que os 'axadrezados' perderam por 2-1.

FERNANDO VELUDO

O técnico compareceu perante ao comunicação social, para a habitual conferência de imprensa, muito depois do jogo ter terminado, e começou por pedir desculpa pelo seu atraso.

"Achei que primeiro devia falar com os meus jogadores, depois aqui com o presidente e com a administração", afirmou Petit, que teve ao seu lado esquerdo o presidente da SAD axadrezada, Álvaro Braga Júnior.

Petit anunciou o adeus: "A partir de hoje, deixo de ser treinador do Boavista. Desejo as maiores felicidades ao Boavista, um clube de que gosto muito e que merece estar na I Liga. Este é o momento de poder sair e que o Boavista continue a ser como é, grande".

Questionado sobre se a demissão ficou a dever-se à derrota com o Vitória de Guimarães, o treinador negou, afirmando que "são coisas pessoais, só".

"Por mais que possa gostar do Boavista, também gosto de mim e achei que era a altura certa de sair. Já tinha falado com o presidente e por isso hoje terminei a minha ligação ao Boavista", disse.

Qualquer que fosse o resultado do jogo com o Vitória, afirmou que "tinha a decisão tomada já há alguns dias"

"Às vezes, uma mudança dá um clique. A equipa tem trabalhado bem, ainda hoje fez mais um grande jogo. Teve a infelicidade do resultado, mas acredito que o grupo que tem e a pessoa que vier possa dar esse clique e o Boavista começar a ganhar", acrescentou.

Petit frisou que sai após servir o Boavista durante "três anos e meio, primeiro como jogador, depois como jogador-treinador, por fim treinador".

"Agradeço ao Boavista tudo o que me deu na minha nova carreira de treinador. Fiz todos os possíveis para ajudar o Boavista. Foram três anos e meio fantásticos", insistiu.

Sobre a contestação de que foi alvo, respondeu que tal "faz parte do futebol".

Quanto ao encontro com o Vitória de Guimarães, considerou que o Boavista realizou "uma grande primeira parte e um grande jogo".

"É pena pelo resultado", completou

Álvaro Braga Júnior, por seu lado, afirmou que "não gostava nada de falar sobre isto".

"Porventura, este é também um momento de reflexão e o momento mais triste da minha já longa vivência no Boavista. É sempre mau ver partir alguém, pior quando também é um amigo. O Petit fez um trabalho notável e o Boavista e os boavisteiros têm que lhe estar agradecidos", considerou Braga Júnior.

O dirigente adiantou que sentiu ao longo da semana, pelo que foi conversando com o técnico, que "este podia ser um desenlace".

"Não o queria e creio que ninguém o queria. Naturalmente, o amigo continua com as portas abertas. Obviamente, o conselho de administração da SAD vai debruçar-se sobre esta questão que tem entre mãos e vai fazê-lo serenamente", terminou Braga Júnior.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.