sicnot

Perfil

Desporto

Fernando Santos considera nomeação para a Bola de Ouro "uma prova de todo o valor de Ronaldo"

O selecionador de futebol de Portugal, Fernando Santos, considerouesta segunda-feira que a nomeação de Cristiano Ronaldo para a Bola de Ouro 2015 "é uma prova de todo o valor" do extremo internacional português.

Fernando Santos classificou Cristiano Ronaldo como "o melhor jogador do Mundo" e acrescentou: "Em consciência votei, naturalmente, no Cristiano Ronaldo como vencedor deste prémio".

Fernando Santos classificou Cristiano Ronaldo como "o melhor jogador do Mundo" e acrescentou: "Em consciência votei, naturalmente, no Cristiano Ronaldo como vencedor deste prémio".

© Juan Medina / Reuters

"[A nomeação] Significa todo o valor que o Cristiano tem. Estar oito anos na lista de nomeados significa a sua enorme qualidade, enquanto jogador e não só", afirmou Fernando Santos em declarações à assessoria de imprensa da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O selecionador referiu que a este foi "um ano importante" para o jogador do Real Madrid e lembrou a sua "contribuição para o apuramento da equipa nacional de Portugal para a fase final do Campeonato da Europa de 2016".

Fernando Santos classificou Cristiano Ronaldo como "o melhor jogador do Mundo" e acrescentou: "Em consciência votei, naturalmente, no Cristiano Ronaldo como vencedor deste prémio".

Cristiano Ronaldo foi hoje anunciado como um dos três finalistas da Bola de Ouro de 2015, prémio que distingue o melhor futebolista do ano, em conjunto com o argentino Lionel Messi e o brasileiro Neymar.

O internacional português, de 30 anos, que alinha no Real Madrid, volta a estar entre os três finalistas do prémio atribuído pela FIFA e a revista France Football, que já conquistou por três vezes, em 2008, 2013 e 2014.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.