sicnot

Perfil

Desporto

Mário Jardel suspenso do cargo de deputado estadual por alegada corrupção

O ex-futebolista Mário Jardel, que passou por FC Porto e Sporting, Mário Jardel, vai ser suspenso das funções de deputado estadual do Rio Grande do Sul, Brasil, no âmbito de uma investigação judiciária, que o relaciona com casos de corrupção.

Em Portugal, Mário Jardel foi jogador do FC Porto e do Sporting (Arquivo)

Em Portugal, Mário Jardel foi jogador do FC Porto e do Sporting (Arquivo)

O caso, tornado público na página oficial do Ministério Público daquele estado brasileiro, refere que, por determinação do Tribunal de Justiça, foi entregue ao presidente da Assembleia Legislativa (AL) estadual um pedido de "suspensão do exercício da função pública contra o deputado Mário Jardel Almeida Ribeiro".

Segundo o jornal Estadão, a suspensão tem a validade de 180 dias e, segundo a nota do MP, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) está a cumprir mandados de busca e apreensão no gabinete de Jardel na AL e nas residências do antigo goleador, da mãe, do irmão, do seu chefe de gabinete, António Foresta e de duas "assessoras-fantasma".

Segundo os investigadores, concluiu-se pela existência de "uma estrutura criminosa instalada na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul", com Mário Jardel "como principal beneficiário" e o advogado Christian Vontobel Miller, associado ao ex-futebolista, "como mentor de uma série de fraudes e falsidades contra a administração pública".

A nota policial dá conta de crimes como lavagem de dinheiro, com o envolvimento de António Foresta, que arrecadava os valores exigidos aos demais funcionários do gabinete, da liderança ou da bancada do partido pelo qual Jardel foi eleito.

Durante as investigações "foram detetadas diversas diárias de viagens e indemnizações irregulares por utilização de veículos", nomeadamente pela mãe do deputado, familiares e assessores.

Segundo o Ministério Público, houve também pagamento com dinheiros públicos de viagens particulares de Jardel e colaboradores, mas o caso mais continuado era a exigência de "parte dos salários de todos os assessores nomeados de, no mínimo, três mil reais (cerca de 735 euros)", além dos valores das diárias e indemnizações por utilização irregular de transporte pessoal, segundo o comunicado.

Um dos casos mencionado nas investigações envolve o pagamento do aluguer da casa da mãe e do irmão de Jardel, quando este ordenou que um dos assessores fizesse o pagamento com um cheque pré-datado, "acertando" o valor posteriormente com diárias fictícias até ser ressarcido nesse valor.

No pedido de suspensão do exercício da função pública entregue ao Tribunal de Justiça, o chefe do MP, Marcelo Dornelles, realça que as investigações "demonstram o exagerado apego do deputado estadual Mário Jardel Almeida Ribeiro a toda e qualquer possibilidade de lucrar às custas dos servidores comissionados e, de modo indireto, do erário".

Lusa

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.