sicnot

Perfil

Desporto

Benfica com lucros de 12,2 milhões de euros no primeiro trimestre da época

A SAD do Benfica registou um resultado líquido de 12,23 milhões de euros entre julho e setembro últimos, o que representa uma variação positiva de 11,5 milhões de euros face ao período homólogo.

(Arquivo)

(Arquivo)

ANDRE ALVES / AP

No comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAD 'encarnada' salienta o resultado líquido de 12,23 milhões de euros no final do primeiro trimestre fiscal, terminado em Setembro, contra 746 mil euros no período homólogo do ano passado.

A SAD benfiquista explica que este resultado representa uma variação positiva de 11,5 milhões de euros face ao período homólogo, "a qual é principalmente explicada pela melhoria dos resultados operacionais sem direitos de atletas, que apresentaram uma evolução positiva de oito milhões de euros".

O Benfica revela ainda que a liquidação do Benfica Stars Fund, ocorrida no primeiro trimestre do exercício anterior, também influenciou a variação do resultado líquido, uma vez que essa operação teve um impacto negativo de 5,9 milhões de euros em 2014/2015.

Em relação aos resultados operacionais sem direitos de atletas, os mesmos atingiram os 5,78 milhões de euros, contra um resultado negativo de 2,21 milhões de euros no período homólogo, evolução justificada pelo crescimento das receitas com a participação na Liga do Campeões e pela redução em 7,4% dos gastos operacionais.

A negociação de direitos de atletas registou um resultado de 10,9 milhões de euros, menos 14,5% face ao primeiro trimestre do ano passado, contribuindo, segundo o clube 'encarnado' positivamente para os resultados operacionais da Benfica SAD.

Ainda segundo a SAD benfiquista, o resultado operacional total atingiu os 16,7 milhões de euros, o que equivale a um crescimento de 58,3% face ao período homólogo, no qual superou os 10,5 milhões de euros.

As transações de direitos de atletas, os quais se encontram deduzidos dos valores líquidos contabilísticos, superaram os 21,9 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 3,5% face ao período homólogo, "estando os mesmos principalmente influenciados pelos ganhos obtidos com a alienação dos direitos dos atletas Ivan Cavaleiro e Lima", acrescenta o comunicado.

O capital próprio consolidado da Benfica SAD atingiu um valor positivo a rondar os 13,4 milhões de euros a 30 de setembro de 2015, o que corresponde a uma melhoria de 12,8 milhões de euros num período de três meses.

O comunicado salienta ainda que, já neste exercício fiscal, a Benfica SAD garantiu um valor total de 25 milhões de euros em prémios com a Liga do Campeões, que serão reconhecidos como rendimento no presente exercício.

Lusa

  • Eurogrupo dá luz verde ao Orçamento do Estado
    0:29

    Orçamento do Estado 2017

    O Orçamento português passou no Eurogrupo mas os ministros das Finanças alertam que podem ser precisas mais medidas para cumprir as metas e em março vão voltar a olhar para as contas. Para já, estão satisfeitos com o compromisso assumido por Mário Centeno e mais sete ministros da zona euro, cujos Orçamentos estão em risco de incumprimento.

  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados".Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade. A SIC esteve em Luanda e falou com o advogado Adolfo Campos e com os músicos Carbono Casimiro, Mona Dya Kidi e David Salei. Já todos estiveram presos. Já todos foram vítimas de violência policial. Defendem que "a geração anterior comprometeu o país" e acreditam que só a mudança política pode trazer um futuro melhor. Para estes jovens activistas, a guerra que arrasou o país, e com que o regime justifica tudo, não deixou heróis, apenas "vilões e vítimas".

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59