sicnot

Perfil

Desporto

Juventus vence Lazio em Roma na Liga italiana

A Juventus prossegue uma recuperação segura no campeonato italiano de futebol, registando esta sexta-feira a quinta vitória consecutiva, com o 2-0 que impôs em Roma à Lazio, no arranque da 15ª jornada.

Paulo Dybala apontou o segundo golo da Vecchia Signora.

Paulo Dybala apontou o segundo golo da Vecchia Signora.

© Tony Gentile / Reuters

A equipa orientada por Massimiliano Allegri dominou do princípio ao fim um adversário claramente em crise e, com mais estes três pontos, iguala o Roma no quarto lugar, a quatro pontos do líder Nápoles.

Quanto à Lazio, que só ganhou por uma vez nas últimas seis rondas, está em 10.º lugar, com 19 pontos, e pode perder algumas posições quando se disputarem os outros jogos desta jornada.

Santiago Gentiletti, com um autogolo, fez o primeiro da contabilidade da Juventus, que fechou o marcador aos 32, através do também argentino Paulo Dybaba, a passe do bósnio Mandzukic.

Lusa

  • Circulação retomada na A23, mais de 1.600 operacionais no combate às chamas

    País

    A circulação rodoviária na A23 foi completamente restabelecida ao início da manhã depois de ter estado cortada por causa dos incêndios que, no total, mobilizam mais de 1.600 operacionais e contam com reforço espanhol. Nos vários fogos que atingem o país estão 1.648 operacionais no terreno, apoiados por mais de 500 viaturas e 15 meios aéreos.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.