sicnot

Perfil

Desporto

Platini ouvido entre 16 e 18 de dezembro pela Comissão de Ética da Fifa

O presidente suspenso da UEFA, Michel Platini, que corre o risco de ser irradiado das instâncias futebolísticas, será ouvido pela Comissão de Ética da FIFA "muito provavelmente entre 16 e 18 de dezembro".

© Charles Platiau / Reuters

Segundo q agência de notícias francesa AFP, Michel Platini será ouvido pela secção de julgamentos da Comissão de Ética da FIFA, depois de esta ter pedido, no final de novembro, a irradiação de Platini do futebol.

Na altura, o advogado do presidente da UEFA disse à agência AFP que a medida é "desproporcionada", num processo que classifica como "escandaloso".

A comissão, que investiga Michel Platini pelo recebimento de 1,8 milhões de euros em 2011 do presidente demissionário da FIFA, Joseph Blatter, para pagar um trabalho de aconselhamento realizado em 2002, deverá anunciar a decisão em dezembro.

O antigo internacional francês Michel Platini, de 60 anos, está suspenso de toda a atividade ligada ao futebol até 05 de janeiro de 2016 e o seu processo de candidatura à presidência da FIFA, que terá eleições a 26 de fevereiro, encontra-se em suspenso.

Além de Michel Platini, o Comité de Ética suspendeu, a 08 de outubro deste ano, por implicação no escândalo de corrupção que atinge a instituição, Joseph Blatter e o secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke.

Lusa

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.