sicnot

Perfil

Desporto

Real Madrid vai recorrer da desclassificação da Taça do Rei

O Real Madrid, desclassificado da Taça do Rei, por utilização indevida de Cheryshev na vitória (3-1) sobre o Cádis, vai recorrer da decisão da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), confirmou esta sexta-feira o clube à agência EFE.

Os 'merengues' foram desclassificados da Taça do Rei por utilização indevida de Cheryshev, no encontro da primeira mão dos 16 avos de final da prova.

Os 'merengues' foram desclassificados da Taça do Rei por utilização indevida de Cheryshev, no encontro da primeira mão dos 16 avos de final da prova.

© Marcelo del Pozo / Reuters

O Real Madrid vai apelar da decisão do juiz de competições da RFEF junto do Comité de Recurso e, caso o seu propósito seja rejeitado, irá recorrer, em última instância, ao Tribunal de Arbitragem Desportiva, que se reunirá na próxima sexta-feira.

Os 'merengues' foram hoje desclassificados da Taça do Rei por utilização indevida de Cheryshev, no encontro da primeira mão dos 16 avos de final da prova.

O extremo russo, que até marcou o primeiro golo do jogo, tinha um jogo de suspensão por cumprir da época passada, quando estava ao serviço do Villarreal.

O juiz de competição da RFEF considerou que o jogador estava castigado e puniu o Real Madrid com derrota e uma multa de 6.001 euros, considerando a eliminatória fechada -- a segunda mãon estava marcada para 16 de dezembro, em Madrid.

Na quinta-feira, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, tinha afirmado que o clube não tinha utilizado indevidamente o futebolista russo, considerando que a sanção não era eficaz por Cheryshev não ter sido notificado pessoalmente.

Lusa

  • Presidente do Real Madrid explica porque clube não pode ser afastado da Taça do Rei
    1:03

    Desporto

    O presidente do Real Madrid já reagiu à polémica que envolve o Real Madrid e a utilização indevida do jogador Denis Cherychev no jogo com o Cádiz, para a Taça do Rei. Florentino Pérez diz que o jogador e o clube não foram notificados pela federação espanhola da suspensão de um jogo, por acumulação de amarelos, imposta na época passada quando Cherychev estava ainda ao serviço do Villareal. Por esse motivo, entende o Real Madrid que o clube não devia ser punido com o afastamento da prova. O Cádiz protestou o jogo da última quarta-feira, que o Real Madrid venceu por 3-1.Florentino Pérez falou ontem em conferência de imprensa e anunciou que a defesa do clube se baseia num dos artigos do Código Disciplinar da Real Federação Espanhola de Futebol.