sicnot

Perfil

Desporto

Ribèry processa revista que o envolveu em escândalo de prostituição

O futebolista francês Franck Ribèry reclamou esta segunda-feira à revista Closer uma indemnização de 400 mil euros por "danos morais", depois de esta o envolver num novo caso de prostituição, indicou o seu advogado.

Em 2014, o Tribunal Correcional de Paris arquivou um processo que envolvia os futebolistas Karim Benzema e Franck Ribéry (na imagem), no qual os dois internacionais franceses eram acusados de terem mantido relações sexuais pagas com uma menor.

Em 2014, o Tribunal Correcional de Paris arquivou um processo que envolvia os futebolistas Karim Benzema e Franck Ribéry (na imagem), no qual os dois internacionais franceses eram acusados de terem mantido relações sexuais pagas com uma menor.

© Ina Fassbender / Reuters

A revista francesa publicou um artigo intitulado "O novo escândalo que abana o futebol francês", em que envolvem o jogador num escândalo de prostituição. O médio foi interrogado a 26 de novembro pela Brigada de Repressão ao Proxenetismo (BRP) de Paris, durante uma investigação preliminar sobre uma rede de prostituição internacional.

O advogado, Carlos Alberto Brusa, disse que a polícia apenas recolheu o testemunho do jogador francês, que ficou imediatamente em liberdade e sem encargos. Afirmando ainda o seu cliente "é totalmente alheio a qualquer instrução criminal", Brusa acusou a Closer de "divulgar rumores e não informações".

Em 2014, o Tribunal Correcional de Paris arquivou um processo que envolvia os futebolistas Karim Benzema e Franck Ribéry, no qual os dois internacionais franceses eram acusados de terem mantido relações sexuais pagas com uma menor. Neste caso, que foi desencadeado antes do Mundial de 2010, o médio do Bayern de Munique e o avançado do Real Madrid eram acusados de recorrerem aos serviços de uma prostituta menor, em 2009 e 2008, respetivamente, um delito punível com pena até três anos de prisão e 45.000 euros de multa.

Lusa

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.

  • Trump acusa o procurador-geral dos EUA de ser fraco
    1:46