sicnot

Perfil

Desporto

"Não gosto de injustiças", diz Michel Platini à saída do Tribunal Arbitral do Desporto

O francês Michel Platini garantiu hoje que não gosta de injustiças, à saída do Tribunal Arbitral do Desporto, onde foi recorrer da suspensão que lhe foi imposta pela FIFA por alegado envolvimento em atos de corrupção.

Reuters

Reuters

© Denis Balibouse / Reuters

"Vocês sabem que não gosto de injustiças. Espero que me tenham ouvido bem. Os meus advogados estiveram muito bem. Será que vou estar sábado no sorteio da fase final do Euro2016? Perguntem aos juízes [do TAS]", afirmou o francês à saída das instalações do TAS, nas quais permaneceu durante duas horas e meia.

A 08 de outubro, Michel Platini foi suspenso por 90 dias pelo Comité de Ética da FIFA que o investiga pelo recebimento de 1,8 milhões de euros em 2011 de Joseph Blatter para pagar um trabalho de aconselhamento realizado em 2002.

Platini recorreu da suspensão, que o afastou da presidência da UEFA e mantem suspenso o processo de candidatura às eleições para a presidência da FIFA, marcadas para 26 de janeiro.

O TAS, que hoje ouviu os advogados do ex-futebolista internacional francês e os da FIFA, deve decidir até sexta-feira sobre o levantamento ou a manutenção da suspensão provisória de Michel Platini.

Além de Michel Platini, o Comité de Ética suspendeu, também a 08 de outubro, por implicação no escândalo de corrupção que atinge a instituição, Joseph Blatter e o secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke.

Lusa

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.