sicnot

Perfil

Desporto

Conselho da Disciplina instaura processo ao Benfica por danos em Alvalade

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) revelou hoje a abertura de um processo ao Benfica "em virtude de danos causados" no Estádio de Alvalade, no jogo da Taça de Portugal com o Sporting.

Lusa

Lusa

MANUEL DE ALMEIDA

A decisão, da competência da secção não profissional do CD, foi tomada na reunião de 04 de dezembro, mas apenas foi divulgada hoje pela Federação a nota oficial.

Os factos dizem respeito ao dérbi, o terceiro da época entre os dois emblemas, em que o Benfica falhou o apuramento para os oitavos de final da Taça, ao perder com o Sporting em Alvalade, por 2-1, após prolongamento.

O jogo ficou marcado por muita polémica e já a 02 de dezembro, o CD da Federação tinha instaurado um processo "com vista ao apuramento de factos" relacionados com o jogo.

O processo seguiu-se às queixas apresentadas pelos dois clubes nos dias posteriores ao dérbi, disputado a 21 de novembro no Estádio José Alvalade.

O Benfica, dois dias depois do jogo, foi o primeiro a apresentar uma queixa junto do Conselho de Disciplina, contra o argelino Islam Slimani, do Sporting, por este ter dado uma cotovelada no grego Samaris.

Slimani acabaria por marcar o golo do triunfo do Sporting, aos 112 minutos, depois de o grego Mitroglou ter colocado as 'águias' em vantagem aos seis minutos e de Adrien ter empatado nos descontos da primeira parte.

À queixa do Benfica seguiu-se a do Sporting, dois dias depois, com o clube de Alvalade a visar vários jogadores, por aquilo que considera agressões a seus futebolistas e a um treinador adjunto da equipa.

Na ocasião, de acordo com fonte do Sporting, o clube apresentou queixas contra os 'encarnados' por agressões, não só no jogo na Taça, mas também no encontro da I Liga, no qual a formação 'leonina' venceu o Benfica na Luz por 3-0, a 25 de outubro.

Lusa

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08