sicnot

Perfil

Desporto

Conselho da Disciplina instaura processo ao Benfica por danos em Alvalade

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) revelou hoje a abertura de um processo ao Benfica "em virtude de danos causados" no Estádio de Alvalade, no jogo da Taça de Portugal com o Sporting.

Lusa

Lusa

MANUEL DE ALMEIDA

A decisão, da competência da secção não profissional do CD, foi tomada na reunião de 04 de dezembro, mas apenas foi divulgada hoje pela Federação a nota oficial.

Os factos dizem respeito ao dérbi, o terceiro da época entre os dois emblemas, em que o Benfica falhou o apuramento para os oitavos de final da Taça, ao perder com o Sporting em Alvalade, por 2-1, após prolongamento.

O jogo ficou marcado por muita polémica e já a 02 de dezembro, o CD da Federação tinha instaurado um processo "com vista ao apuramento de factos" relacionados com o jogo.

O processo seguiu-se às queixas apresentadas pelos dois clubes nos dias posteriores ao dérbi, disputado a 21 de novembro no Estádio José Alvalade.

O Benfica, dois dias depois do jogo, foi o primeiro a apresentar uma queixa junto do Conselho de Disciplina, contra o argelino Islam Slimani, do Sporting, por este ter dado uma cotovelada no grego Samaris.

Slimani acabaria por marcar o golo do triunfo do Sporting, aos 112 minutos, depois de o grego Mitroglou ter colocado as 'águias' em vantagem aos seis minutos e de Adrien ter empatado nos descontos da primeira parte.

À queixa do Benfica seguiu-se a do Sporting, dois dias depois, com o clube de Alvalade a visar vários jogadores, por aquilo que considera agressões a seus futebolistas e a um treinador adjunto da equipa.

Na ocasião, de acordo com fonte do Sporting, o clube apresentou queixas contra os 'encarnados' por agressões, não só no jogo na Taça, mas também no encontro da I Liga, no qual a formação 'leonina' venceu o Benfica na Luz por 3-0, a 25 de outubro.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efectivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21