sicnot

Perfil

Desporto

Bruno de Carvalho diz que a sua suspensão é "vergonhosa"

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, considerou hoje "vergonhosa" a suspensão de 30 dias que lhe foi imposta pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, por palavras dirigidas à equipa de arbitragem num jogo da I Liga.

O Tribunal Arbitral do Desporto revogou hoje a suspensão de Bruno de Carvalho

O Tribunal Arbitral do Desporto revogou hoje a suspensão de Bruno de Carvalho

MIGUEL A. LOPES / Lusa

"Ao invés de considerarem que os dois relatórios eram completamente distintos, de forma vergonhosa e só ao nível da invenção do 'dolo sem intenção', para me castigar, consideram ambos os relatórios (do delegado e do árbitro) como verdadeiros e juntaram todas as coisas que foram escritas, interpretando as expressões 'cromos', 'gajos', 'palhaços', 'palhaços do c...'" como grosseiras", escreveu Bruno de Carvalho na sua conta no Facebook.

A 26 de setembro, o árbitro Artur Soares Dias expulsou Bruno de Carvalho no jogo da sexta jornada, com o Boavista (0-0), o que lhe valeu agora um mês de suspensão - a pena mais baixa para casos de lesão da honra e reputação -, mas o presidente 'leonino' já cumpriu dois terços do castigo, uma vez que esteve suspenso preventivamente 20 dias no decorrer no processo disciplinar.

Realçando que a descrição do delegado não daria lugar a qualquer castigo, "porque existem várias decisões sobre expressões similares que não deram lugar a castigo nenhum", Bruno de Carvalho afirma que o relato do Soares Dias, por indicação do quarto árbitro, Jorge Ferreira, do que se teria passado já dentro da zona técnica, "não corresponde à verdade", mas "seria de facto muito grave".

"O que deveriam ter feito era decidir que um relatório anularia o outro por dizerem coisas distintas, em vez disso juntaram os dois dando ambos como verdadeiros... Mesmo que me revolte e, por vezes me repugne, nada me espanta no futebol", sublinhou Bruno de Carvalho, acrescentando que não vale a pena recorrer da decisão, porque o processo não teria efeito suspensivo e teria custas.

Por isso, diz Bruno de Carvalho, "ficará apenas a condenação moral e pública de mais uma decisão que demonstra o estado em que está o futebol português, e a necessidade premente de mudar as pessoas e modernizar o futebol, conferindo-lhe a tão merecida credibilidade que perdeu".

Tal como já tinha anunciado aquando da suspensão preventiva, Bruno de Carvalho disse que não voltará a qualquer estádio em competições nacionais até ao final deste castigo, ou seja, estará ausente dos jogos com Moreirense e Sporting Braga.

Nestes casos, de lesão da honra e reputação, o período de inibição pode variar de um mês a um ano.

Lusa

  • Bruno de Carvalho suspenso por 30 dias

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, foi suspenso por 30 dias pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, por palavras dirigidas à equipa de arbitragem no jogo da sexta jornada da I Liga, contra Boavista.

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.