sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto recebido com insultos após eliminação da Champions

A chegada dos dragões ao aeroporto Sá Carneiro, no Porto, ficou marcada por momentos de tensão. Após a derrota por 2-0 frente ao Chelsea , em Londres, a equipa foi recebida com insultos por parte dos adeptos.


Treinador, jogadores e equipa técnica foram fortemente insultados pelos adeptos que tiveram de ser controlados por elementos da PSP. Foi exigida, por várias vezes, a demissão de Julen Lopetegui. Os adeptos insultaram a equipa desde a saída da zona das chegadas até ao momento em que o autocarro abandonou as instalações do aeroporto.

  • Mourinho gostaria de ter passado aos oitavos com o FC Porto
    1:20

    Desporto

    José Mourinho não vê o FC Porto como o Porto de Casillas e explicou porquê. O técnico do Chelsea garantiu ainda que gostaria de ter passado à próxima fase juntamente com a equipa portuguesa. Já Julen Lopetegui promete um FC Porto a lutar pela Liga Europa e revelou tristeza pelo facto da equipa ter ficado pelo caminho na fase de grupos da Liga dos Campeões.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.