sicnot

Perfil

Desporto

FIFA alerta contra participação de Pilro e Gerrard em "particular" no Kuwait

A FIFA alertou hoje as federações de todo o mundo para impedirem os seus futebolistas de participarem no jogo "All Stars", no Kuwait, onde a organização de jogos oficiais está suspensa pelo organismo.

Ringo H.W. Chiu

O anúncio, apesar de não referir quaisquer nomes, afeta os "veteranos" Andrea Pirlo (Itália) e Steven Gerrard (Inglaterra), ainda no ativo no campeonato nacional dos Estados Unidos (MLS -- Major League Soccer).

Ambos foram convidados, assim como outros jogadores retirados, nomeadamente o português Luís Figo e o luso-brasileiro Deco, para participar numa equipa de "consagrados" que disputará, a 18 de dezembro, um jogo particular com uma formação de "estrelas" do Kuwait.

A notificação hoje tornada pública foi distribuída pelas 209 federações-membro da FIFA, alertando contra a participação, no 'amigável', de jogadores inscritos oficialmente.

A suspensão, em outubro, do Kuwait significa que o país "não está autorizado a fazer parte de jogos ou competições internacionais" enquanto a mesma durar, esclarece a nota da FIFA, a que a Agência France Press teve acesso.

A FIFA e o Comité Olímpico Internacional suspenderam o Kuwait devido à interferência do governo nas atividades desportivas naquele país do Médio Oriente.

Segundo a organização do jogo, marcado para o estádio Jaber Al-Ahmad, estão também já confirmados na equipa Football Champions Tour o brasileiro Ronaldinho, o inglês Paul Scholes, o francês Robert Pires, o espanhol Carles Puyol e os italianos Gianluca Zambrotta e Alessandro del Piero.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Vila de Gavião viu-se cercada pelas chamas
    2:17
  • Telemóveis pessoais foram alternativa ao SIRESP no Sardoal
    1:20

    País

    O presidente da Câmara Municipal do Sardoal disse hoje que a rede SIRESP voltou a falhar durante os últimos cinco dias. Miguel Borges acrescentou que os operacionais no terreno recorreram várias vezes aos seus telemóveis particulares para comunicar.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14