sicnot

Perfil

Desporto

José Mourinho diz que vai cumprir contrato com Chelsea até ao fim

O português José Mourinho, treinador do Chelsea, afastou hoje a possibilidade de ser despedido do comando técnico dos 'blues', assegurando que lhe faltam três anos e meio de contrato e que os pretende cumprir.

Tim Ireland

"Vejo-me a cumprir o meu contrato com o Chelsea. Faltam-me ainda três anos e meio. Vejo-me com capacidade para treinar qualquer equipa do mundo, mas haverá clubes que nunca orientarei", frisou o treinador, em conferência de antevisão do jogo com o Leicester, líder da liga inglesa.

O Chelsea, campeão em título, e que atravessa uma das piores épocas sob o comando de José Mourinho, é 14.º na Liga Inglesa de futebol e, na última jornada, perdeu em Stamford Bridge frente ao promovido Bournemouth (1-0).

"Antes de perder o jogo com o Bournemouth, estava convencido que iríamos acabar em quarto e que teríamos um grande mês de dezembro. Tenho que ser honesto e dizer que a última derrota era algo que não pensei possível", referiu Mourinho.

O treinador considerou que existem clubes que estão muito bem e outros que não estão a nível que estiveram no ano passado: "agora é muito difícil ganhar três, quatro, cinco ou dez jogos consecutivos".

Mourinho defende que os 'blues' vão continuar a tentar subir na tabela e lutar pelo quarto lugar enquanto for "matematicamente possível", considerando que a equipa melhorou imenso nos jogos com o Tottenham (0-0, fora) e com o FC Porto (2-0, em casa).

Os campeões ingleses venceram na quarta-feira os 'dragões' na última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, num jogo que deu o primeiro lugar no Grupo G e apuramento ao Chelsea e ditou a eliminação do FC Porto, relegado para a Liga Europa.

Na segunda-feira o Chelsea visita o 'surpreendente' líder Leicester, na 16.ª jornada do campeonato, um adversário que Mourinho diz ter argumentos para vencer a Liga Inglesa, a qual lidera com mais dois pontos do que o Arsenal.

"Merecem estar onde estão. Há umas semanas disse que não pensava que pudessem terminar como campeões, mas se calhar tenho que reconsiderar. Seria algo maravilhoso, algo que impressionaria o mundo do futebol", sublinhou o técnico.

O treinador português lembrou ainda que há um ano este mesmo Leicester era último na Liga e que o técnico italiano Claudio Rainieri tinha sido despedido de selecionador da Grécia, depois de perder com as Ilhas Faroé.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Buscas no Benfica? "A Justiça está a funcionar"
    0:18

    Desporto

    Bruno de Carvalho reagiu esta quinta-feira às buscas efetuadas no Benfica. À saída de uma audiência no Ministério da Educação, o presidente do Sporting abordou o tema para dizer que é sinal de que a justiça está a funcionar.

  • Este foi provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC