sicnot

Perfil

Desporto

Benfica, FC Porto, Sporting e Braga conhecem adversários nas competições europeias

O Benfica, o único sobrevivente português na Liga dos Campeões, conhece hoje a sua 'sorte' nos oitavos de final, num cenário em que é um 'outsider' entre os 'gigantes' do futebol europeu.

O segundo lugar no grupo C, atrás do Atlético Madrid, deixou a equipa de Rui Vitória à mercê de adversários como o campeão europeu FC Barcelona, e os antecessores Bayern Munique ou Real Madrid, de Cristiano Ronaldo e Pepe.

Com exceção ao Atlético Madrid, o Benfica poderá ainda calhar com Wolfsburgo (de Vieirinha), Chelsea (de José Mourinho), Manchester City ou Zenit (de André Villas-Boas, Neto e Danny), numa eliminatória em que jogará primeiro em casa.

No sorteio, com início marcado para as 11:00 (de Lisboa), já se sabe que os 'cabeças de série' jogarão fora na primeira mão, a 16/17 ou 23/24 de fevereiro, disputando depois em casa a segunda mão a 8/9 ou 15/16 de março.

Na Liga Europa, o FC Porto, 'relegado' da Liga dos Campeões, e o Sporting de Braga, vencedor do seu grupo, entram no pote dos favoritos, enquanto o Sporting estará no outro grupo, sem ser cabeça de série.

O que faz com que os 'leões' possam vir a encontrar adversários como Manchester United, Bayer Leverkusen e Olympiacos (de Marco Silva) -- vindos da Liga dos Campeões -, ou Liverpool, entre outros, sendo certo que não podem defrontar FC Porto, Braga ou Lokomotiv Moscovo.

O sorteio, que decorrerá a partir das 12:00 (horas de Lisboa), poderá também trazer para os 'favoritos' FC Porto e Sporting de Braga o Borussia Dortmund, Fiorentina ou até mesmo Sevilha, Valência, Galatasaray ou Shakhtar Donetsk, os piores terceiros provenientes da 'Champions'.

Nos regulamentos do sorteio as equipas dos mesmos países não se podem defrontar, nem aquelas que se encontraram na fase de grupos, além de que não poderá haver jogos entre equipas da Rússia e Ucrânia, segundo decisão do Comité de emergência da UEFA.

Liga dos Campeões (Oitavos de final):

Vencedores dos grupos: Real Madrid (Esp), Wolfsburgo (Ale), Atlético (Esp), Manchester City (Ing), Barcelona (Esp, campeão), Bayern (Ale), Chelsea (Ing) e Zenit (Rus).

Segundos classificados: Paris Saint-Germain (Fra), PSV Eindhoven (Hol), Benfica (POR), Juventus (Ita), Roma (Ita), Arsenal (Ing), Dínamo Kiev (Ucr) e Gent (Bel).

Liga Europa (16 avos de final):

Cabeças de série:

Vencedores dos grupos: Molde (Nor), Liverpool (Ing), Krasnodar (Rus), Nápoles (Ita), Rapid Viena (Aut), Braga (POR), Lazio (Ita), Lokomotiv Moscovo (Rus), Basileia (Sui), Tottenham (Ing), Schalke (Ale) e Athletic (Esp). Melhores terceiros classificados da LC: FC Porto (POR), Olympiacos (Gre), Manchester United (Ing) e Bayer Leverkusen (Ale).

Não cabeças de série:

Segundos classificados: Fenerbahçe (Tur), Sion (Sui), Borussia Dortmund (Ale), Midtjylland (Din), Villarreal (Esp), Marselha (Fra), St-Étienne (Fra), Sporting (POR), Fiorentina (Ita), Anderlecht (Bel), Sparta Praga (Che) e Augsburgo (Ale). Piores terceiros classificados da LC: Sevilha (Esp, detentor do troféu), Valência (Esp), Galatasaray (Tur) e Shakhtar Donetsk (Ucr).

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.