sicnot

Perfil

Desporto

José Mourinho admite ficar de fora dos primeiros quatro na liga inglesa

O treinador do Chelsea, o português José Mourinho, afirmou hoje que o Chelsea perdeu a possibilidade de terminar o campeonato inglês de futebol entre os primeiros quatro classificados, a seguir à derrota no terreno do Leicester, por 2-1.

© Reuters Staff / Reuters

Os 'blues' estão a 14 pontos do Manchester United, quarto na tabela, e, apesar de faltarem 22 jornadas para o fim da prova, Mourinho considera que a equipa "claramente, disse adeus aos quatro primeiros lugares", que dão acesso à Liga dos Campeões.

O Chelsea somou a nona derrota para o campeonato em Leicester, frente ao líder do campeonato, e desceu um posto, para 16.º (15 pontos), mas o técnico diz "não aceitar" estar a lutar pela manutenção na principal divisão.

"Olha-se para a tabela e estamos lá no fundo, mas só se pensa que se está na luta pela permanência quando se está naquelas posições durante três ou quatro meses", justificou.

E apontou o dedo a questões de equipa: "Quando alguns dos jogadores não atingem os níveis de que são capazes, é difícil".

"Esta época, estamos muito mal, mas nem todos", anotou Mourinho, para quem "o Leicester foi melhor equipa durante toda a partida", ao contrário do Chelsea, que "só esteve bem uns 20 ou 25 minutos".

Lusa

  • 81 deslocados em Mação devido ao fogo
    2:46
  • Alcongosta ficou sem água, luz e telecomunicações
    2:28

    País

    O incêndio na Serra da Gardunha está dominado, mas as aldeias que estiveram rodeadas pelo fogo ainda não regressaram à normalidade. Falta água, luz e telecomunicações no sopé de uma mancha enorme de terra queimada. O fogo destruiu ainda uma floresta na Serra da Gardunha e um antigo colégio.

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04
  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.