sicnot

Perfil

Desporto

Serena Williams é a atleta do ano para a Sports Illustrated

A tenista norte-americana Serena Williams, número um mundial, foi eleita personalidade desportiva do ano pela Sports Illustrated, anunciou hoje a revista desportiva.

(arquivo)

(arquivo)

© Toby Melville / Reuters

"Serena apresenta-se não só como a melhor jogadora da sua geração, mas também da história e, depois dos resultados que alcançou em 2015, é uma das atletas mais dominantes em atividade (...). Ela merece esta recompensa por aquilo que conquistou nos 'courts' e fora deles", justificou Paul Fichtenbaum, editor da Sports Illustrated.

Serena Williams, de 34 anos, triunfou em três dos quatro 'majors' da época, falhando o objetivo de tornar-se na primeira tenista desde 1988 a completar o 'Grand Slam' ao perder nas meias-finais do Open dos Estados Unidos.

A norte-americana tem 21 títulos do 'Grand Slam' no seu palmarés, apenas menos um do que a alemã Steffi Graf.

Esta época ficou também marcada pelo regresso de Williams a Indian Wells, torneio em que não participava desde um incidente racista em 2001. À Sports Illustrated, a tenista reconheceu que a participação no torneio norte-americano foi "o maior momento da carreira".

A número um mundial sucede ao basebolista Madison Gardner e torna-se na primeira tenista em atividade a receber a distinção desde Chris Evert em 1976.

Lusa

  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08
  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Cogumelos alucinogénios entre as drogas mais seguras

    Mundo

    Os cogumelos alucinogénios são considerados uma das drogas mais seguras, quando consumidos para fins recreativos. A conclusão é avançada no Global Drug Survey, um estudo anual divulgado esta quarta-feira sobre os hábitos de consumo de drogas de quase 120 mil pessoas em 50 países.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.