sicnot

Perfil

Desporto

Jonah Lomu morreu praticamente falido

A antiga estrela do râguebi mundial Jonah Lomu, que morreu em novembro, aos 40 anos, devido a problemas renais, estava praticamente na falência quando faleceu, revelou hoje um responsável do Sindicato dos Jogadores de Râguebi da Nova Zelândia.

© Bobby Yip / Reuters

Lomu morreu a 18 de novembro, 13 anos depois de ter abandonado a competição em consequência de um grave problema renal, que o obrigou a submeter-se a um transplante, em 2004.

O diretor executivo do Sindicato dos Jogadores de Râguebi da Nova Zelândia, Rob Nichol, confirmou que Lomu estava quase arruinado quando um grupo de empresários e amigos criaram um fundo para apoiar os seus filhos, Dhyreille e Brayley, de 6 e 5 anos, respetivamente.

"Faltam ainda algumas auditorias, mas não há grandes montantes que possam ser canalizados à família", reconheceu Nichol aos microfones da rádio NewstalkZB.

Nichol considerou que Lomu foi "vítima da sua própria generosidade, à custa da sua própria família", para além de suportar os "elevados custos dos seus tratamentos médicos e diálises".

"Era um tipo muito orgulhoso e não queria ser um fardo para ninguém, nem pedir ajuda. Se quisessem ajudar, rejeitava. Preferia ajudar do que ser ajudado. Todos pensam que ganhou muito dinheiro, mas a sua doença, e os tratamentos que implicava, forçaram-no a passar por grandes dificuldades", lamentou Rob Nichol.

No dia da sua morte, a diretora da UNICEF na Nova Zelândia, Vivien Maidaborn, lembrou Jonah Lomu como "modelo de desportista e de pai", destacando o "apoio que sempre deu ao trabalho da UNICEF".

Lomu, somou 63 internacionalizações pelos 'All Blacks', entre 1994 e 2002, e revolucionou o râguebi, graças a uma forma de jogar baseada na sua velocidade e envergadura, contribuindo para a promoção da modalidade em todo o mundo, num período que coincidiu com a profissionalização da modalidade.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Buscas no Benfica? "A Justiça está a funcionar"
    0:18

    Desporto

    Bruno de Carvalho reagiu esta quinta-feira às buscas efetuadas no Benfica. À saída de uma audiência no Ministério da Educação, o presidente do Sporting abordou o tema para dizer que é sinal de que a justiça está a funcionar.

  • Este foi provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC