sicnot

Perfil

Desporto

Proença garante que serão encontradas soluções para direitos televisivos

Proença garante que serão encontradas soluções para direitos televisivos

Pedro Proença abordou esta quarta-feira a questão dos direitos televisivos para dizer que está atento e garante que vão ser encontradas soluções para diminuir o fosso entre os clubes grandes e os mais pequenos. Declarações do presidente da Liga à margem da cerimónia de apresentação de uma nova parceria, no Porto.

  • Vieira conseguiu negócio que o Benfica procurava há três anos
    1:51

    Desporto

    Com a venda dos direitos televisivos, o Benfica terá de alterar a estrutura que tinha com o seu próprio canal de televisão, uma vez que deixará de transmitir os seus jogos em casa. 40 milhões de euros por ano, um valor que os encarnados pretendiam há muito, mas se pensava ser impensável ser pago a algum clube em Portugal.

  • "Sporting também já foi sondado para negociar os direitos televisivos"
    3:30

    Tempo Extra

    Rui Santos diz que depois do negócio do Benfica com a Nos, também o Sporting já foi sondado por várias operadoras televisivas sobre a possibilidade de um futuro negócio. O comentador da SIC disse que o projeto da centralização dos direitos televisivos ficou comprometido e revelou ainda vários pormenores do negócio do Benfica com a Nos.

  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01