sicnot

Perfil

Desporto

Jogador francês suspenso três meses por agressão a árbitro assistente

O futebolista do Bordéus Nicolas Pallois foi esta quinta-feira suspenso por três meses, por ter agredido um árbitro assistente durante o jogo da sua equipa com o Rennes, para a liga francesa de futebol.

O defesa gaulês, de 28 anos, ficará sem jogar até 22 de fevereiro de 2016. (Arquivo)

O defesa gaulês, de 28 anos, ficará sem jogar até 22 de fevereiro de 2016. (Arquivo)

© Charles Platiau / Reuters

Pallois foi punido por ter "empurrado o árbitro assistente pelas costas", refere um comunicado da Liga de Futebol Profissional daquele país, que refere ainda que o jogador foi verbalmente agressivo aquando da decisão de marcação de um penálti a favor da equipa bretã.

Assim, o defesa gaulês, de 28 anos, estará sem jogar até 22 de fevereiro de 2016, enquanto o treinador do Bordéus, Willy Sagnol, foi suspenso dois jogos, por ter sido expulso durante a partida, que terminou empatada a duas bolas.

O Bordéus está apenas três pontos acima da linha de despromoção, com cinco vitórias em 18 jogos na presente temporada.

Lusa

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC